SLC e Terra Santa concluem acordo para formação de gigante agrícola

Dessa forma, o ciclo de 2021/22 será o primeiro da SLC com a incorporação da Terra Santa
 (Scott Olson/Getty Images/Getty Images)
(Scott Olson/Getty Images/Getty Images)
R
ReutersPublicado em 02/08/2021 às 09:58.

A SLC Agrícola e a Terra Santa Agro anunciaram nesta segunda-feira que foram concluídos os atos de confirmação do fechamento da combinação dos negócios das empresas, o que formará uma gigante de produção agrícola no Brasil.

Dessa forma, o ciclo de 2021/22 será o primeiro da SLC com a incorporação da Terra Santa. O plantio da companhia deverá passar de 470 mil hectares em 2020/21 para 660 mil hectares na temporada atual.

A operação consistiu na incorporação pela SLC da operação agrícola da Terra Santa (excluindo terras e benfeitorias), em acordo que envolveu ações.

As companhias informaram que a relação de troca, considerando uma maior abertura das casas decimais, foi equivalente a 3,32367074 ações da TS Agro para cada ação da Terra Santa para fins da redução de capital; e para fins da incorporação de ações, 0,08588495 ação da SLC para cada ação da Terra Santa e de 0,46060000 ação da SLC para cada bônus de subscrição da Terra Santa remanescente.

  • Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

O podcast SuperAgro vai ao ar semanalmente com os principais desafios e oportunidades do agronegócio, com apresentação de Carla Aranha, repórter de macroeconomia da EXAME. Clique aqui para ver o canal no Spotify, ou siga em sua plataforma de áudio preferida, e não deixe de acompanhar os próximos programas.