Testes clínicos de vacina contra o ebola são retomados em Genebra

A vacinação iniciada em novembro provocou inflamação nas articulações o que motivou a suspensão dos testes em meados de dezembro por precaução.

Os testes clínicos de uma vacina experimental contra o vírus ebola, que castiga o oeste da África, foram retomados em Genebra (Suíça), após uma interrupção em meados de dezembro, informaram nesta quarta-feira hospitais universitários da cidade.

Trata-se da vacina VSV-ZEBO, que será administrada em uma dose mais baixa do que se fazia no final de novembro.

As injeções para os 56 voluntários foram retomadas no início desta semana e continuarão até o final de janeiro.

A vacinação iniciada em 29 de novembro provocou inflamação nas articulações, o que motivou a suspensão dos testes em meados de dezembro por precaução. As dores desapareceram sem tratamento.

A vacina é fabricada por uma agência pública canadense, mas quem detém a licença é a companhia americana NewLink Genetics.

Esta vacina também é testada em Alemanha, Canadá, Estados Unidos e Gabão.

Os resultados definitivos serão conhecidos em março de 2015.

Segundo o último balanço da OMS, o número de mortos no mundo supera os 8.000 e o de casos, 20.000. Quase todas as vítimas morreram na África ocidental, concretamente em Serra Leoa, Libéria e Guiné.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também