Tecnologia
Acompanhe:

Sony só deve reativar PlayStation Network no dia 4 de maio

Nove dias depois de a Sony descobrir que sua rede PlayStation Network foi tomada por criminosos, a empresa informa que o serviço só deve ser reativado na semana que vem

A rede que conecta os consoles para jogos PlayStation foi dominada por criminosos, que furtaram dados pessoais de milhões de usuários

A rede que conecta os consoles para jogos PlayStation foi dominada por criminosos, que furtaram dados pessoais de milhões de usuários

M
Monica Campi

Publicado em 16 de maio de 2011, 16h04.

São Paulo - Os problemas com a rede PlayStation Network (PSN), a rede para jogos em grupo da Sony, persistem há mais de uma semana. A rede foi atacada por criminosos, que roubaram dados pessoais de 77 milhões de usuários. Agora, a empresa diz que o serviço só deverá ser reativado no dia 4 de maio.

De acordo com a Sony, os serviços PSN e Qriocity foram desligados temporariamente enquanto a empresa tentar identificar e resolver o problema de segurança na rede. Porém, o serviço só será restaurado por completo quando a empresa tiver plena certeza de que está segura. E é possível que esse prazo de uma semana até o dia 4 de maio possa ser estendido.

A Sony está reconstruindo a rede PSN, que será liberada junto com uma atualização de firmware para o PS3, para deixar os consoles compatíveis. A base de dados da PSN vai mudar. Servidores e outros equipamentos serão deslocados para uma nova área, diz a Sony, e esse é um dos motivos da demora para a normalização do serviço.

No blog oficial do PlayStation, a Sony publicou uma lista com perguntas e respostas para os usuários e informa que uma empresa especializada em segurança está auxiliando na investigação do problema. Ações judiciais contra a empresa já começam a aparecer nos Estados Unidos e na Europa. Os processos alegam que a Sony foi negligente e também que demorou muito para notificar os usuários sobre a situação, especialmente sobre os problemas relacionados aos cartões de crédito.