Softplan adquire a catarinense Collabo e busca crescimento em serviços de software

A startup passa a integrar o portfólio de soluções da companhia, que pretende chegar este ano a 582 milhões de reais de faturamento
Ionan Fernandes, diretor na Softplan: previsão de faturar mais de 582 milhões de reais até o fim do ano (Softplan/Reprodução)
Ionan Fernandes, diretor na Softplan: previsão de faturar mais de 582 milhões de reais até o fim do ano (Softplan/Reprodução)
A
André Lopes

Publicado em 14/07/2022 às 15:00.

Última atualização em 14/09/2022 às 11:10.

Depois de abrir o ano de 2022 com a compra da Projuris, de gestão jurídica e de escritórios de advocacia, a desenvolvedora catarinense de softwares Softplan anunciou nesta quinta-feira, 14, a compra da startup Collabo, de manejo de dados sobre suprimentos, fornecedores e profissionais de diversos setores industriais.

A aquisição, que não teve o valor de venda revelado, deve ajudar a empresa no setor de construção civil, sobretudo nas operações que auxiliam o início de uma obra.

O principal produto beneficiado nesse caso é o Sienge, um serviço de gestão em construção civil carro-chefe das finanças da empresa de software com mais de 4600 clientes.

"Hoje o mercado de construção civil tem um uma cadeia de negócios muito fragmentada que, por consequência, leva as construturas a buscarem os produtos mais próximos geograficamente e nem sempre mais baratos. A ideia é acabar com a imprevisibilidade, aproximar fornecedores, e transformar a experiência de compra", afirma Ionan Fernandes, diretor da unidade de construção civil da Softplan.

VEJA TAMBÉM: Mirando R$ 3 bilhões em receita, a Brasoftware é uma big tech nacional que o Brasil pouco conhece

Com sede na cidade de Joinville, a Collabo começou suas atividades no ano de 2015 atuando em segmentos da construção civil, indústria, automóveis e química. Por isso, o acréscimo ao portfólio da Softplan também deve dar tração ao plano de expansão de negócios em outros mercados.

E, ainda que represente um investimento menor frente as aquisições recentes da companhia, que passaram da casa dos 200 milhões de reais, a Softplan prevê um incremento rápido das atividades da Collabo no faturamento.

"Estamos nos posicionando como a primeira empresa multi SaaS nacional. Um processo que tem dado certo em curtíssimo tempo. Para se ter uma ideia, apenas com portfólio de serviços de software a empresa já cresceu 87% e atingiu 105 milhões de reais em faturamento no primeiro semestre. E, na soma com os negócios em gestão publica, deve bater 582 milhões de reais até o fim do ano", diz Fernandes.

A Collabo é quarta aquisição em um ano da experiente companhia catarinense que, no início de 2021, criou uma área dedicada à busca de novos negócios digitais.

No ano passado, a Softplan anunciou uma estratégia de fusões e aquisições, e com isso realizou a compra majoritária da Checklist Fácil e do Construtor de Vendas, CRM especialista no mercado imobiliário.