Snapchat do WhatsApp tem mais usuários do que o Snapchat original

Fotos e vídeos que desaparecem são populares no app de mensagens favorito dos brasileiros

São Paulo -- Quando o WhatsApp lançou o Status, que é bastante parecido com o Snapchat, muitos usuários do aplicativo reclamaram da novidade. No entanto, a estratégia do WhatsApp parece ter agradado a muita gente: dois meses após seu lançamento, o Status já tem mais usuários ativos diariamente do que o Snapchat.

O popular aplicativo de mensagens tem 175 milhões de usuários no Status, segundo anúncio de resultados do Facebook nesta semana, enquanto o Snapchat conta com 158 milhões de usuários, de acordo com dados de fevereiro deste ano.

Essa é a segunda vitória do Facebook sobre o Snapchat em menos de um mês. A empresa é dona do Instagram, cuja função Stories tem mais de 200 milhões de usuários ativos diariamente.

O Facebook teria declarado guerra ao Snapchat após ter uma oferta de compra por 3 bilhões de dólares recusada pela empresa. Desde então, seus aplicativos ganharam recursos que permitem publicar mensagens que desaparecem. O primeiro foi o Instagram, seguido pelo WhatsApp e pelo Messenger e, recentemente, pelo app principal do Facebook.

Facebook

Também nesta semana, Mark Zuckerberg, anunciou que a companhia irá contratar 3 mil pessoas para analisar vídeos e postagens na sua rede social para diminuir os casos de conteúdos impróprios (violência e suicídio ao vivo, por exemplo).

A consultoria de mercado eMarketer estima que o Facebook terá 1,44 bilhão de usuários mundialmente em 2017.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.