Robôs dentro de casa? Para a Samsung, este será o futuro

Os novos eletrônicos indicam como será o avanço da tecnologia no mercado de consumo nos próximos anos

Como continuar a inovar em um mundo repleto de smartphones, todo tipo de eletrônicos conectados e a era do 5G pela frente? Para a sul-coreana Samsung, o futuro terá robôs que ajudam as pessoas em casa, carros autônomos com internet e exoesqueletos para auxiliar idosos ou pacientes em recuperação a andar novamente.

Um dos destaques é o Samsung Bot Care, um robô doméstico que pode auxiliar o usuário no dia a dia. Como o robô C3PO na saga cinematográfica Star Wars, ele atua como um assistente para todos os usuários. Por exemplo, ele sabe seus compromissos agendados e avisa sobre o horário da sua próxima videochamada. O robô também reconhece os padrões de comportamento do usuário para se tornar mais útil no dia a dia.

Outro conceito robótico apresentado na conferência que antecede a CES 2021, maior evento de tecnologia do mundo, é o Samsung Bot Handy. O aparelho consiste em um braço robótico que pode servir para dar uma mãozinha em tarefas do cotidiano e muda o paradigma de como um robô doméstico pode ser – mais parecido com robôs para a indústria, como da suíça ABB, por exemplo.

Com o sucesso dos aspiradores-robô em 2020, a sul-coreana apresentou um novo modelo no evento de hoje. Chamado JetBot 90 AI+, o aparelho de limpeza utiliza tecnologia de reconhecimento de obstáculos para desviar e classificar objetos em categorias para escolher o melhor trajeto dentro de casa. Este produto será lançado nos EUA ainda no primeiro semestre de 2021.

O exoesqueleto Samsung Gems foi renovado em 2021 e, agora, já é utilizado em clínicas de recuperação de pacientes que precisam de uma ajuda high-tech para voltar a caminhar.

Para carros autônomos, a sul-coreana adaptou sua tecnologia para a rede de internet 5G com ondas milimétricas (padrão que ainda requer definição de frequências no Brasil e permitirá comunicação em tempo real entre dispositivos e servidores). No ano passado, a empresa foi a primeira do mundo a apresentar uma unidade de controle telemática com 5G para permitir que carros autônomos tenham um sistema de entretenimento e comunicação, além de informações sobre o trajeto percorrido em tempo real.

Por ora, as novidades são conceitos, e não produtos finalizados a caminho do mercado de consumo. Nenhum dos produtos apresentados na conferência de hoje tem previsão de lançamento, mas mostram como a Samsung prevê o futuro do mercado de tecnologia global na próxima década.

Na apresentação, a companhia também anunciou um programa de reuso de smartphones antigos da linha Galaxy, que podem ser ressignificados como produtos de internet das coisas, como, por exemplo, babás eletrônicas conectadas.

“O ano de 2020 nos obrigou a reinventar o nosso normal, revolucionando e acelerando a maneira como utilizamos a tecnologia. É com base neste novo cenário que a Samsung apresenta, nesta edição da CES, sua visão ‘Um Melhor Normal para Todos’, por meio da qual mostramos como nossos produtos e tecnologias proporcionarão às pessoas experiências personalizadas e integradas e facilitarão cada vez mais as suas atividades domésticas e profissionais, ao mesmo tempo em que garantirão um futuro mais sustentável para todos”, afirma Mario Lafitte, vice-presidente de assuntos corporativos da Samsung América Latina.

Segundo o especialista em tecnologia, inovação e tendências, Arthur Igreja, autor do livro “Conveniência é o Nome do Negócio” e professor convidado da FGV, a presença da marca em uma feira de tecnologia como a CES é um posicionamento como vanguarda. ”Muitos produtos que são apresentados nesses eventos são uma demonstração do futuro e não necessariamente viável economicamente no curto prazo, bem como muitos deles nunca chegam ao consumidor. Esses lançamentos demonstram poder e tecnologia. E é por isso que quem apresenta antes vai ser sempre lembrado”, afirma Igreja.

O professor também lembra que a empresa venceu desafios do passado e é vista globalmente como uma empresa de tecnologia de alto padrão. “A Samsung mantém a liderança com um bom posicionamento dos produtos após ter superado as crises das baterias das máquinas de lavar e dos smartphones que explodiam, e hoje a empresa é vista como uma marca premium, e conseguiu consolidar essa imagem ao longo do tempo. Hoje, ela busca muita convergência e os lançamentos de 2021 vão nessa direção.”

CES 2021

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.