Playboy cria site sem nudez para ser acessado do trabalho

Ideia é atingir público que deixava de ler reportagens do site da revista para não ser flagrado com fotos de mulheres peladas na tela do computador

São Paulo - Visando o público que acessa a internet durante o trabalho, a Playboy Enterprises Inc. lançou um novo site que não oferece risco aos funcionários de serem flagrados pelo chefe com imagens de mulheres nuas na tela de seus computadores. A proposta do TheSmokingJacket.com é trazer artigos, fotos e vídeos de humor, reportagens sobre sexo, estilo de vida e comportamento e ensaios sensuais, porém sem nudez.

"Muitos dos nossos acessos (na Playboy.com) são feitos depois do trabalho e percebemos que estávamos perdendo uma oportunidade de ouro para alcançar os leitores enquanto eles estão mais tempo on-line: quando estão sentados em sua mesa, não trabalhando e enviando e-mails para seus amigos", disse Jimmy Jellinek, diretor editorial da Playboy, à agência Associated Press.

Como a palavra "Playboy" é colocada por muitas empresas em filtros que impedem o acesso a partir de computadores corporativos, a única referência que o novo site faz à revista é colocar o coelho da marca na letra "o" de TheSmokingJacket.

Em um vídeo publicado ontem, o fundador da empresa, Hugh Hefner, dá as boas vindas aos leitores ao novo produto. Voltado para homens entre 25 e 34 anos, o novo endereço não disponibilizará longas entrevistas ou artigos de profundidade encontrados na revista masculina.

Segundo os responsáveis pela iniciativa, a ideia é que o site seja mais descontraído. De acordo com a empresa, o site Playboy.com tem em média 6 milhões de visitantes únicos por mês. Jellinek disse esperar que o TheSmokingJacket.com receba 1 milhão de visitantes únicos mensalmente.

Leia outras notícias sobre internet

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também