Nova tecnologia para motos alerta para possíveis acidentes

RideVision, companhia israelense, cria tecnologia que transmite alertas de perigo para motociclistas

São Paulo – Já pensou em ter alguém – ou algo – te avisando quando há algum tipo de perigo na rua? A tecnologia desenvolvida pela RideVision, companhia de tecnologia focada em veículos de duas rodas, consegue atuar como um tipo de “auxiliar” para motorista.

Funciona da seguinte maneira: utilizando câmeras comuns como sensores visuais, a inteligência artificial denominada Collision Aversion Technology – CAT – consegue compreender o corpo do motorista e entender quando este não está em uma posição segura, por exemplo.

Uri Lavi, um dos fundadores da RideVision, empresa israelense, disse para a EXAME que um dos princípios da tecnologia é servir como um apoio para o motorista; dessa forma, ela foi desenvolvida de forma simples. Integrados ao veículo, estão duas câmeras – uma na parte da frente e outra na parte de trás – e uma unidade de controle do motor na parte do assento. 

Esses itens, que estão interligados, conseguem prever possíveis perigos e colisões dianteiras, além de enviar alertas diretamente para o motorista.

Lavi acrescentou que ele e sua equipe pensaram em diversas maneiras seguras para que o motorista receba os alertas e, após diversos testes, optaram pelo uso de um capacete com um visor tecnológico, que emite luzes vermelhas quando há a existência de um perigo. Sendo assim, os alertas são apenas visuais, e o indivíduo não é prejudicado com barulhos.

Além disso, os espelhos também emitem alertas. De acordo com o presidente da companhia, os dois espelhos possuem lâmpadas LED que emitem luz em algumas ocasiões. Como exemplo, Lavi disse que, quando os dois espelhos piscam, é sinal de uma possível colisão dianteira. Quando apenas o espelho da esquerda pisca, é sinal de que há um veículo se aproximando pelo lado esquerdo.

Até o momento, o produto está sendo comercializado no Japão, na Itália e em Israel. Para a EXAME, o fundador demonstrou interesse em trazer a tecnologia para o Brasil – mas não mencionou uma data definida. “O Brasil é basicamente um dos maiores mercados de automóveis, é um mercado enorme com motocicletas e também é um grande mercado premium. Nós temos um distribuidor para a RideVision – que ainda não pode ser divulgado -, e um dos investidores também é uma empresa automotiva do Brasil. Portanto, esperamos poder levar a tecnologia para o país logo”, completou Lavi. 

Em relação aos preços, Lavi informou que os valores variam de acordo com o país e os itens adquiridos. O pacote completo, porém, – que inclui as duas câmeras e todas as ferramentas responsáveis pelos alertas – custa em volta de 600 dólares.

Confira, abaixo, uma demonstração de como a tecnologia funciona:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.