Google+ terá layout específico para empresas

O Google está desenvolvendo um formato de página específico para empresas no Google+. Enquanto isso, diz aos usuários que não criem perfis corporativos na rede social

São Paulo — O Google pede aos usuários que não criem pefis corporativas no Google+, sua nova rede social. O motivo, diz a empresa, é que a rede social, por enquanto, não está preparada para receber páginas institucionais. Para elas, o Google está desenvolvendo um novo layout e novas ferramentas. "Foi um momento embaraçoso quando tivemos de perguntar ao usuário Ford se ele (ou ela) era do sexo masculino ou feminino", diz o gerente de produtos Christian Oestlien no blog oficial do site.

Apesar do tom amigável e informal, o pedido do Google de que não se criem páginas corporativas é praticamente uma proibição. "Nossa equipe de políticas de uso vai agir para que os perfils que não pertencem a pessoas sejam eliminados", diz Oestlien. "A forma em que os usuários se comunicam entre si é diferente da maneira como as marcas o fazem", justifica ele.

Para atender às necessidades das empresas, o Google deve começar a testar um novo layout de página nos próximos meses, com alguns parceiros selecionados. O site deverá incluir recursos que permitam sua integração com o sistema de anúncios do Google, o AdWords, e com sua ferramenta de medição de audiência na web, o Google Analytics. Empresas interessadas em participar do teste podem se cadastrar por meio de um formulário no Google Docs. 

Essa preocupação em separar páginas pessoais de corporativas é mais um indício de que o Google tem planos ambiciosos para sua nova rede social. É uma atitude totalmente diferente da que foi adotada em relação ao Orkut, que sempre foi um produto de importância menor para a empresa. Agora, o objetivo é competir de verdade com o Facebook. Por enquanto, o Google+ segue aberto apenas para usuários convidados. Rumores apontam que a rede social pode ser liberada para o público geral ainda neste mês. No vídeo abaixo (em inglês) Oestlien  fala sobre os planos do Google para os usuários corporativos.

https://youtube.com/watch?v=at_azOmh69A%3Frel%3D0

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também