A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Chineses já usam mais dispositivos móveis para se conectar

Segundo relatório, o número de usuários que se conectam por meio de gadgets ultrapassou os que utilizam computadores pessoais

Pequim - O número de usuários de internet China que se conectam por meio de dispositivo móvel - como smartphone ou tablet - ultrapassou pela primeira vez os que utilizam computadores pessoais (PCs), disse o Centro de Informação da Rede de Internet da China nesta segunda-feira.

O número total de usuários de internet na China aumentou 2,3 por cento para 632 milhões ao final de junho, ante 618 milhões no final de 2013, de acordo com o Relatório de Estatística de Desenvolvimento da Internet do centro chinês.

Deste total, 527 milhões - ou 83 por cento - se conectam por meio móvel. Aqueles que utilizam o computador chegaram a 81 por cento do total.

A China é o maior mercado de smartphones do mundo, e até 2018 deve responder por um terço da produção estimada de smartphones naquele ano, de 1,8 bilhão de aparelhos, de acordo com informações da empresa de consultoria IDC.

O aumento nos usuários de internet foi direcionado pelo segmento móvel, que cresceu 5,4 por cento ante os 500 milhões de usuários no final de 2013. O número de compradores móveis cresceu 42 por cento de dezembro a junho. 

O comércio eletrônico na China é dominado pelo Alibaba Group Holding, que está se preparando para a amplamente esperada oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), provavelmente em setembro.

Outros serviços móveis com rápido crescimento incluem música, video, jogos, busca e compras em grupo, todos com crescimento de dois dígitos.

O serviço com crescimento mais acelerado foi o de pagamento móvel, com crescimento de 63,4 por cento no número de usuários, seguido por online banking, com um avanço de 56,4 por cento.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também