BlackBerry tem prejuízo líquido de US$ 4,4 bilhões

Nas negociações pré-mercado nesta manhã, os papéis da companhia operavam em baixa de 6,2 por cento, a 5,86 dólares cada

A fabricante de smartphones BlackBerry divulgou enormes prejuízos trimestrais nesta sexta-feira devido a uma baixa contábil em estoques e encargos decorrentes da depreciação de ativos, levando suas ações a uma forte queda.

Nas negociações pré-mercado nesta manhã, os papéis da companhia operavam em baixa de 6,2 por cento, a 5,86 dólares cada.

A empresa, que abandonou uma tentativa de vender suas operações no mês passado, divulgou prejuízo líquido de 4,4 bilhões de dólares, ou de 8,37 dólares por ação, no terceiro trimestre encerrado em 30 de novembro, ante lucro líquido de 9 milhões de dólares, ou 0,02 dólar por papel, um ano antes.

Excluindo itens não recorrentes, a empresa divulgou prejuízo de 354 milhões de dólares, ou perda de 0,67 dólar por ação.

A receita caiu para 1,19 bilhão de dólares, ante 2,73 bilhões de dólares, com uma maior incerteza sobre o futuro da companhia acarretando deterioração nas vendas.

A empresa disse que acertou uma parceria de cinco anos com a Foxconn para desenvolver e fabricar um celular para a Indonésia e também para outros mercados em rápida expansão.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.