Bancos e fintechs fazem pré-cadastro para o PIX. Entenda

Cadastro das chaves do novo meio de pagamento é no dia 5 outubro, mas corrida pelo cliente já começou

O cadastro das chaves (número do celular, e-mail ou CPF) para utilizar o PIX, sistema de pagamentos Instantâneos do Banco Central, só começa a valer no dia 5 de outubro. Contudo, bancos e fintechs já se movimentam para fidelizar sua base de clientes, oferecendo um pré-cadastro para utilizar o meio de pagamento.

É o caso do BTG+, Nubank, Pic Pay, Mercado Pago, Original, Banco do Brasil, Recarga Pay, Ame, BS2, Sicredi, entre outros.

As chaves do Pix identificam uma conta no pagamento instantâneo. Ao registrar a informação como chave, somente será necessário passar esse dado na hora de receber um pagamento. Por exemplo, quem registra o e-mail como chave não precisa passar o número da conta e CPF ao receber uma transferência. Basta passar o e-mail para quem vai fazer o pagamento.

Será possível registrar quatro tipos de chaves: CPF, celular, e-mail ou “chave aleatória” – sequência gerada pelo sistema de pagamento instantâneo que pode ser vinculada a uma conta. A chave aleatória é uma alternativa para usuários que não queiram compartilhar informações pessoais.

A partir do dia 5 de outubro as chaves poderão ser cadastradas diretamente no app da instituição financeira. Cada usuário pode ter cinco chaves no PIX, ligadas a contas nas quais é o titular.

Há uma crença no mercado de que cada cliente vai ter duas chaves principais, provavelmente celular e e-mail. A disputa que começa agora é por essas chaves, que devem ser as mais utilizadas pelos clientes, explica explica Ricardo Sanfelice, executivo-chefe de Digital e Marketing do Banco Bari. “No dia 5, todos vão mandar push para que o cliente cadastre a chave principal dentro do seu app.”

Não à toa, alguns bancos, como o Santander, estão condicionando benefícios à escolha do celular ou e-mail na chave utilizada na instituição. Dessa forma, os clientes garantem 10 dias sem juros que têm no cheque especial do banco também para os pagamentos instantâneos do Pix.

Cada chave estará vinculada a uma conta e, sempre que alguém colocar a chave como “destinatário” no PIX, o dinheiro cairá nesta conta.  Será possível, portanto, cadastrar o celular em um banco, o e-mail em uma fintech e o CPF em um segundo banco para uso em cada plataforma.

O usuário não precisa se preocupar em escolher a instituição financeira que atenda todas as suas necessidades agora. Isso porque, caso não fique satisfeito com a experiência, o PIX permitirá a portabilidade da chave para outra instituição quando o sistema começar a funcionar, em 16 de novembro.

Registrar uma chave também não será obrigatório. Será possível fazer um PIX usando os dados bancários das contas. No entanto, as chaves facilitam o processo.

Veja abaixo as instituições financeiras que oferecem o pré-cadastro das chaves:

BTG+

O novo banco de varejo do BTG Pactual está realizando o pré-cadastro das chaves do PIX. O lançamento do BTG+ será gradual, disponível nos primeiros meses para quem já é cliente do BTG Pactual Digital e lançamento ao mercado a partir do final do ano.

Nubank

Desde o dia 3 de setembro o banco digital está registrando quais chaves PIX os clientes vão querer usar. No dia 5 será realizado o registro no Banco Central.

Recarga Pay

Ao se inscrever previamente, os clientes podem registrar sua intenção de adquirir uma chave por meio da RecargaPay e já escolher a informação pessoal que deseja usar como identificador para recebimento de transferências: CPF, endereço de e-mail e/ou número de celular.

Mercado Pago

O Mercado Pago já está convidando clientes para realizarem o pré-cadastro das chaves no app. O objetivo é informar que a fintech fará parte do Pix e apresentar os benefícios da conta digital. O pré-cadastro é uma forma do usuário estar mais próximo de utilizar o Pix. No dia 5 de outubro, quando inicia o período efetivo de cadastro, o Mercado Pago entrará em contato para realizar a confirmação.

Pic Pay

Assim que o aplicativo é aberto, o usuário visualiza a área para ir para o pré-cadastro, onde recebe as informações sobre os benefícios do uso do PIX no app e a instrução de inclusão das chaves. Para selecionar uma ou as duas chaves, basta o usuário tocar no botão correspondente e depois confirmar em “Fazer o pré-cadastro”. A operação será confirmada logo após esse passo.

Banco do Brasil

O usuário do banco é incentivado a atualizar o seu cadastro, tanto pelo app quanto pelo internet banking, e disponibiliza a opção de registro de interesse no Pix para clientes pessoas físicas. Em breve, a funcionalidade também poderá ser utilizada pelos clientes pessoas jurídicas, pelo mobile e Solução Digital PJ.

Santander

Clientes do banco já podem se cadastrar no SX, como sinalização de interesse ao Pix. Não há cobrança de taxas. Basta baixar o app do SX, colocar seu CPF e senha do internet banking, escolher os dados que deseja colocar como chave. Em outubro, o banco entrará em contato para confirmar a adesão ao sistema de pagamento instantâneo.

Original

O banco digital está utilizando inteligência artificial, por meio de um bot, para realizar o registro de intenção para cadastramento futuro das chaves de endereçamento do PIX.

Ame

O aplicativo abriu o pré-cadastro das chaves do novo sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central. 

BS2

O banco digital começou o pré-cadastro de seus clientes no PIX e está cadastrando o CPF, endereço de e-mail ou número do celular do usuário.

Sicredi

Os associados da instituição financeira cooperativa podem fazer o pré-cadastro das chaves por meio do aplicativo. Os dados serão registrados como “Chaves Pix”, que servirão como identificação dos usuários no momento da operação financeira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.