Alemanha negocia com BioNTech sobre financiamento para vacinas

Discussões seguem-se a uma reunião governamental sobre a vacina realizada nesta semana com líderes do governo, representantes de empresas farmacêuticas e a Comissão Europeia

BERLIM (Reuters) - A Alemanha está em negociações com a BioNTech e outras fabricantes de vacinas para Covid-19 sobre a possibilidade de financiamento para ajudá-las a assegurar capacidade de produção e matérias-primas, disse neste sábado o ministro da Saúde Jens Spahn, em mensagem no Twitter.

As discussões seguem-se a uma reunião governamental sobre a vacina realizada nesta semana com líderes do governo, representantes de empresas farmacêuticas e a Comissão Europeia para discutir o progresso na imunização da população.

Atrasos no programa de vacinação europeu e preocupações com novas variações do coronavírus têm tornado mais difícil para autoridades europeias aliviar restrições atuais relacionadas à pandemia.

"Na reunião da vacina, a #BioNTech apresentou uma potencial necessidade de financiamento de até 400 milhões de euros para reservar capacidade de produção e matérias primas para o próximo ano. Nós estamos interagindo com a companhia para firmar ainda mais isso", escreveu Spahn no Twitter.

"Também estamos conversando com outros fabricantes de #vacinas sobre isso", acrescentou ele. "Queremos assegurar capacidade suficiente para a Alemanha, Europa e o mundo em 2022, no caso de mutações problemáticas ou necessidade vacinações de reforço."

A BioNTech se associou à Pfizer para desenvolver sua vacina.

(Por Paul Carrel)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.