Livelo tem lucro líquido 68% superior e mais de 300 mil novos clientes mensais; entenda

Na Livelo, um ano de lucro inédito e expansão acelerada
André Fehlauer, CEO da Livelo: forte também em 2022 (Leandro Fonseca/Exame)
André Fehlauer, CEO da Livelo: forte também em 2022 (Leandro Fonseca/Exame)
D
Darcio Oliveira

Publicado em 13/09/2022 às 06:00.

Última atualização em 13/09/2022 às 14:35.

O lançamento de uma solução de cashback, o reforço de um clube de assinaturas, a ampliação de parcerias com varejistas e bancos, e o aumento de ofertas e ações promocionais. Combine tudo isso com um período de maior utilização de cartões de crédito por parte dos brasileiros e o resultado aparece: 2021 foi a melhor temporada da curta trajetória de seis anos da Livelo, empresa de programas de fidelidade controlada por Bradesco e Banco do Brasil.

Dona de uma base de mais de 35 milhões de clientes, que ganham pontos em compras em lojas associadas ou com cartões parceiros, a empresa registrou lucro líquido 68% superior ao do exercício anterior e 143% acima de 2019. “Vamos seguir batendo marcas, já entramos fortes em 2022”, diz André Fehlauer, CEO da Livelo.

No ano passado, 90 parceiros entraram no ecossistema de acúmulo de pontos e resgate de bens e serviços, perfazendo um total de 340 empresas vinculadas ao programa. Na outra ponta, a Livelo adiciona, em média, 300.000 clientes mensais à sua base, com duas fontes de atração: o cliente que vem dos parceiros, por meio do cartão de crédito, e o que chega de fora, espontaneamente cadastrado no site ou app da Livelo.

“Estamos em uma proporção quase meio a meio entre as duas modalidades de captação de clientes, o que é importante para os parceiros, pois passamos a ser também fonte de receita”, diz Fehlauer. “Temos em estoque 130 bilhões de pontos. É dinheiro novo, na veia, de um canal que não compete com os deles.”

AS MELHORES DO SETOR

Pontuação
da Empresa
Posição
por Receita
Empresa Receita 2021(1) Receita 2020(1) Lucro Líq. 2021(1) Patrim. Líq. 2021(1) Ativo Total 2021(1) Cidade-Sede  Estado
1  7,45  431 Livelo  869.663   613.812   458.710   508.853   4.410.549  Barueri SP
2  6,27  382 Esfera  1.101.067   848.883   355.873   719.417   2.243.316  São Paulo SP
3  6,26  81 B3  9.248.244   8.384.621   4.717.089   22.419.370   52.531.769  São Paulo SP
4  6,15  276 Getnet  1.996.258   1.410.068   473.528   2.650.674   58.288.805  São Paulo SP
5  5,92  401 Redecard  1.016.664   342.695   837.455   44.844.985   101.596.407  São Paulo SP
6  5,85  447 Virgo Holding  814.392   470.224   285.532   756.586   1.052.535  São Paulo SP
7  5,80  473 Ticket Soluções  743.819   589.180   275.491   790.757   3.505.884  Campo Bom RS
8  4,83  293 Alelo  1.850.226   1.639.046   182.186   796.237   6.379.144  Barueri SP
9  4,75  632 Méliuz  263.486   125.390  -34.334   695.483   902.829  Belo Horizonte MG
10  4,40  467 Boa Vista Serviços  751.282   630.299   155.031   2.026.432   2.488.453  Barueri SP

(1) Valores em milhares de reais. Para a colocação das empresas foram considerados: resultados contábeis-financeiros (ROE – Retorno Sobre o Patrimônio Líquido, Roce – Retorno Sobre o Capital Empregado, ILS – Índice de Liquidez Seca, D/E – Alavancagem); crescimento de 2020 e 2021; ESG (sete indicadores ambientais, sete indicadores sociais e sete indicadores de governança).
Mais detalhes podem ser conferidos no site
mm.exame.com


(Publicidade/Exame)