Rock the Mountain: Gilberto Gil, Jorge Ben Jor e Paralamas se apresentam na 2ª edição de 2022

O festival de música brasileira será durante dois fins de semana em Petrópolis, Rio de Janeiro. Veja o line-up completo:
 (Rock the Mountain/Divulgação)
(Rock the Mountain/Divulgação)
I
Isabela RovarotoPublicado em 04/11/2022 às 00:05.

A segunda edição do Festival Rock The Mountain acontece nos dias 05, 06, 12 e 13 de novembro, em Itaipava, Rio de Janeiro.

Gilberto Gil, Lulu Santos, Gloria Groove, Jovem Dionisio, Gilsons e Baco Exu do Blues se apresentarão nos sábados, dias 05 e 12 de novembro, enquanto Jorge Ben Jor, Ney Matogrosso, Roberta Sá, Duda Beat, Chico César e Geraldo Azevedo, Paralamas, Liniker estão entre os destaques na programação dos domingos, dias 06 e 13.

Rock the Mountain: veja line-up, ingressos e onde será a 2ª edição do festival de música brasileira

O festival chega à sua 7ª edição repetindo o sucesso da realização em dois finais de semana, com quatro dias inteiros de programação, em um espaço cercado pela natureza preservada da Mata Atlântica.

Além de dezenas de horas de música ao vivo divididas em seis palcos, o Rock the Mountain 2022 reunirá experiências de:

  • Arte
  • Moda
  • Gastronomia
  • Entretenimento, como Roda Gigante, Tirolesa, Balão e Bungee Jump

E a expectativa de público é grande, de acordo com os produtores, os ingressos estão esgotados.

Confira abaixo o line up completo do Rock the Mountain 2022:

Não uso de plástico

O Festival também estimula o não uso de plástico. Isso tanto junto ao público que vai curtir o festival, disponibilizando eco-copos para comercialização e incentivando que as pessoas levem suas garrafinhas – desde que não seja de empresas concorrentes ao evento, quanto aos fornecedores e patrocinadores.

Para isso, uma das iniciativas é oferecer bebedouros gratuitos em pontos estratégicos, o que diminui consideravelmente o uso de garrafas pets.

Na última edição, a área de gastronomia apostou também em embalagens com potencial de reciclagem, como de papel kraft, mandioca e teve também garfo de amido de milho. Já a alimentação disponibilizada no festival é vegetariana. Entre os benefícios estão:

  • Redução da pegada de carbono
  • Redução do consumo de água
  • Redução do desmatamento
  • Preservação da biodiversidade

Startup faz parceria com a Ambev e expande oferta de energia solar a bares e restaurantes

Alimentação vegetariana

O festival vem investindo em propostas e experiências que dialoguem com o seu público e reflitam questões atuais mundo afora.

Na gastronomia não poderia ser diferente. Inspirado pelo movimento Segunda Sem Carne, pela segunda vez a praça de alimentação do festival será 100% vegetariana, com diversas opções que passam por pizza, hambúrguer, crepe, pastel, risoto, bolinha de queijo, cachorro quente e mais.

A iniciativa vegetariana trouxe altos impactos positivos para a natureza. Na edição de abril, de acordo com os realizadores, houve uma economia de aproximadamente 100 milhões de litros de água em comparação com o que a praça de alimentação teria gerado caso tivesse ofertado produtos com proteína animal.

A CPFL substitui frota convencional por veículos elétricos

Além disso, a pegada de carbono foi reduzida consideravelmente: a economia ao longo dos quatro dias de festival seria o equivalente a 2 milhões de quilômetros rodados. Em novembro a ação se repetirá, reforçando o compromisso do evento com a sustentabilidade.

“O festival tem como um dos motes o respeito à natureza. Com o mesmo público da edição anterior, a gente aumentou o consumo da praça de alimentação em 40%. Eu atribuo esse aumento no consumo porque as pessoas também têm curiosidade de conhecer os pratos, querem experimentar o que temos, da coxinha de jaca ao hambúrguer do futuro", explica o diretor criativo e fundador do evento, Ricardo Brautigam, CEO da agência The Black Haus Branding.

Destaques no circuito vegetariano e vegano, a Fazenda Futuro, Coltivi e Vegan Ti Burguer são alguns dos nomes confirmados para essa edição.