Mundial de Clubes: o Al Ahly, do Egito, é o maior time do planeta?

O multicampeão Al Ahly fez a sua melhor campanha na edição de 2021 do Mundial de Clubes, quando terminou em terceiro lugar ao vencer o Palmeiras nos pênaltis. Os times podem se reencontrar na semifinal deste ano
Al Ahly: O time garante que é dono da maior torcida do mundo (Getty Images/Mohammed Dabbous/Anadolu Agency)
Al Ahly: O time garante que é dono da maior torcida do mundo (Getty Images/Mohammed Dabbous/Anadolu Agency)
Por André MartinsPublicado em 04/02/2022 12:56 | Última atualização em 07/02/2022 09:54Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Títulos, tradição e torcida. Esses são alguns fatores para um clube de futebol ser considerado um gigante por amantes do esporte. Mas qual é o maior time do mundo? Se dar essa resposta fosse possível, um clube egípcio poderia entrar nessa disputa.

O multicampeão Al Ahly estreia no Mundial de Clubes da Fifa contra o Monterrey, do México, neste sábado, 5, em Abu Dhabi, no Emirados Árabes Unidos. Essa será a sétima participação do time africano, do total de 18 edições realizadas do torneio.

Os egípcios fizeram a sua melhor campanha na edição de 2021 da competição, quando terminou em terceiro lugar ao vencer o Palmeiras nos pênaltis. Os times podem se reencontrar na semifinal deste ano. O clube também já enfrentou o Internacional e o Corinthians, em 2006 e 2012, respectivamente, onde saiu derrotado.

A presença constante do Al Ahly no Mundial se explica pela história vitoriosa e torcida de massa. O clube é o maior campeão da Liga dos Campeões da África, com dez títulos, o dobro dos segundos maiores vencedores. Desde 2001, o Al Ahly conquistou oito de seus dez títulos da Champions, além de três vices. "Os diabos vermelhos", como são apelidados, venceram o campeonato nacional do Egito em 42 oportunidades, mais que um dos maiores campeões nacionais do mundo, o Real Madrid. Em 2000, Al-Ahly foi nomeado pela Confederação Africana de Futebol (CAF) como o "clube africano do século".

O time garante que é dono da maior torcida do mundo, com cerca de 50 milhões de pessoas - maior que a torcida do Flamengo. Já a Fifa diz que os egípcios têm entre 30 e 35 milhões de torcedores.  A história de fundação do clube se mistura com a história política do Egito, o que colaborou para o tamanho da torcida. Criado em 1907, o time surgiu como forma de representar os egípcios frente a ocupação do império britânico, na época que os principais clubes da capital eram restritos aos ingleses e estrangeiros. 

Ayman Aref/NurPhoto

(Ayman Aref/NurPhoto/Getty Images)

O clube também é estável financeiramente, algo que não é comum no futebol africano. A grande torcida e boa economia local colabora para que o clube consiga contratar jogadores de qualidade e não perder atletas com facilidade para os gigantes europeus. Nessa temporada, o clube conseguiu repatriar o atacante sul-africano Percy Tau, que jogava no Brighton, da Premier League, um dos maiores campeonatos do mundo.

Apesar dos títulos e da gigante torcida, os egípcios ficam atrás dos principais rivais no Mundial deste ano quando o assunto é dinheiro. Enquanto o valor de mercado do elenco do Al Ahly é de 30 milhões de euros, o do Monterrey é 85 milhões de euros, do Palmeiras é 180 milhões e do Chelsea é de 883 milhões de euros.

Se o Al Ahly é o maior clube do mundo, não é possível afirmar. Mas por toda sua história, não existe chance de negar que o Al Ahly está entre os gigantes do planeta.