Influencer acusa Edi Rock do Racionais Mc's de abuso sexual; rapper nega

Segundo a influencer, o rapper estava em seu apartamento e se recusava a ir embora
 (Instagram/Reprodução)
(Instagram/Reprodução)
Por Da RedaçãoPublicado em 22/06/2022 11:21 | Última atualização em 22/06/2022 11:24Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O rapper do grupo Racionais MC’s ,Edi Rock, foi acusado de abuso sexual pela influenciadora e conselheira sexual, Juliana Thaisa, na última terça-feira, 21. A denúncia foi feita pelo Instagram da influencer.

Em vídeo publicado em seus stories, Juliana desabafou sobre o caso e ainda mostrou prints de conversas com sua irmã, onde pedia ajuda. Segundo ela, Edi Rock estava em seu apartamento e se recusava a ir embora.

“Tem um pouco mais de 1 ano que fui violentada, e na época eu não expus pra preservar a minha filha, fiquei com medo. Há pouco tempo decidi expor tudo, tanto as violências do núcleo familiar, como a violência do cantor de rap. Eu tô cansada de conversar com jornalista, de buscar ajuda na mídia, de verbalizar inúmeras vezes todo ocorrido e reviver as minhas dores, inclusive em dias seguidos e às vezes mais de uma vez por dia. Pra no final ouvir ‘a direção não autorizou a denúncia pq o inquérito foi arquivado''', diz a influencer.

Em outro vídeo publicado na rede social, Juliana protestou sobre o ocorrido afirmando: “Eu não faço mais questão de justiça, por que não existe justiça nesse país, o romper do silencio já lavou a minha alma”, declarou.

Em seu Twitter, Edi Rock negou as acusações e disse que seus advogados irão recorrer da denúncia. Segundo ele, os fatos corroboram pra uma “acusação ilegítima e caluniosa”

Veja também: