A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Conheça o francês que visitou todos os países do mundo com 1 dólar por dia

Andre Burgiroux diz ter conhecido 251 países ao redor do globo — inclusive alguns que não são reconhecidos como países

O francês, agora aposentado, Andre Burgiroux diz ter conhecido 251 países ao redor do globo — inclusive alguns que não são reconhecidos como países (Somalilândia) e o arquipélago habitado mais remoto do mundo (Ilha de Tristão da Cunha). 

Burgiroux, de 83 anos, deixou a França aos 17 anos, após terminar seus estudos para ser garçom na Escócia. Suas viagens acabariam levando o viajante da Europa até o Canadá e, de lá, pelo mundo todo.

“Posso fazer as pessoas sorrirem, mas acho que para viajar bem só existe uma receita e não está nos guias turísticos”, afirmou. "Você precisa amar as pessoas e então elas virão até você."

Andre Brugiroux: conheça o francês de 83 anos que visitou todos os países existentes.

Andre Brugiroux: conheça o francês de 83 anos que visitou todos os países existentes. (Reuters/Reuters)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

De 1967 a 1973, ele viajou 400.000 quilômetros pegando carona em carros, barcos e aviões, gastando não mais do que um dólar por dia. "Percebi que se eu apenas pegasse carona sem ir aos hotéis, poderia ver o mundo inteiro", disse ele à Reuters. "Não sabia que viajaria 400.000 quilômetros de carona, simplesmente aconteceu."

Sua jornada só teve um fim temporário quando um problema de saúde o forçou a retornar à França para se curar. Depois disso, Brugiroux continuou viajando todos os anos até 2019, quando finalmente se acalmou, pois a idade o impedia de continuar.

Brugiroux escreveu vários livros, produziu um documentário usando as imagens que gravou durante a viagem e deu dezenas de palestras para compartilhar os ensinamentos de suas aventuras.

Uma influência dominante na compreensão do mundo que ele desenvolveu através das viagens foi a fé Baha'i, originada no Irã dos dias modernos. A principal característica dessa crença é a unidade da humanidade. "O homem em toda parte tem coração e sentimentos. Todos nós conhecemos a alegria e a dor. Minha sorte com a viagem é que pude comprovar isso", disse Brugiroux. "É por isso que minha conclusão é que a Terra é apenas um país e todos nós somos cidadãos desse lugar."

O francês também apoia que as pessoas viajem com a intenção de conhecer culturas e pessoas. "Se você for para o país como um conquistador, vai levar um tiro. Se for como um turista, será enganado e é bem feito. Mas se for como amigo, tem a chance de ser recebido com um amigo", conclui.

Andre Brugiroux olhando álbum de foto antigo, com fotos de suas viagens.

Andre Brugiroux olhando álbum de foto antigo, com fotos de suas viagens. (Reuters/Reuters)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Da Redação, com Reuters)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também