Pop
Acompanhe:

"1899", série dos mesmos criadores de "Dark", foi cancelada pela Netflix

Acusada de plágio por uma quadrinista brasileira, a série não será renovada para a segunda temporada

"1899": série foi cancelada após apenas uma temporada (Netflix/Divulgação)

"1899": série foi cancelada após apenas uma temporada (Netflix/Divulgação)

D
Da Redação

2 de janeiro de 2023, 19h38

A série 1899, que chegou à Netflix com altas expectativas — especialmente por ter os mesmos produtores de Dark, Jantje Friese e Baran bo Odar, um grande sucesso da plataforma —, acaba de ser cancelada pela plataforma de streaming. A notícia foi anunciada pelos próprios produtores nas redes sociais.

“É com o coração pesado que temos de dizer a vocês que 1899 não será renovada. Nós teríamos amado terminar essa incrível jornada com uma segunda e uma terceira temporada, da mesma forma que fizemos com Dark. Mas, às vezes, as coisas não funcionam como o planejado. É a vida. Sabemos que isso deixará muitos fãs desapontados mundo afora. Mas queremos agradecê-los do fundo do nosso coração porque vocês foram parte dessa maravilhosa aventura. Amamos vocês e não vamos esquecê-los nunca. — Bo & Jantje“.

Fique ligado nas últimas notícias da EXAME Pop, o espaço nerd/geek da EXAME para você

A série teve estreia em novembro de 2022 e marcou um considerável sucesso dentro da plataforma. No Brasil, entretanto, ela foi alvo de polêmica: foi acusada de plágio pela quadrinista Mary Cagnin, que afirmou, na época, que a série era um plágio de seu quadrinho Black Silence', de 2016.

Em postagens no Twitter, a artista afirmou que as cenas eram muito parecidas com as que ela desenhou em 2016 e apresentou, na época, em países europeus. "Já chorei horrores. Meu sonho sempre foi ser reconhecida pela meu trabalho nacionalmente e internacionalmente. E ver uma coisa dessas acontecendo realmente parte meu coração. Sabemos que no Brasil temos poucas oportunidades para mostrar nosso trabalho e ser reconhecido por ele", contou a artista.

A repercussão do caso foi tão grande que os próprios produtores comentaram o caso e negaram as acusações.

LEIA TAMBÉM:

Lançamentos da Netflix em janeiro de 2023: veja os filmes e as séries

Três brasileiros ficam na lista dos 200 maiores cantores da história; veja quem são