Qual o salário dos sócios da startup após investimento?

Remuneração mensal dos sócios tem que ser negociada com investidores
 (Tatjana Krstic/Dreamstime.com)
(Tatjana Krstic/Dreamstime.com)
E
Editado por Daniela MoreiraPublicado em 26/10/2011 às 11:36.

Quanto deve ganhar o dono de uma startup após receber um aporte de capital?
Dúvida enviada pela leitora Dafne Saboia e r
espondido por Yuri Gitahy, especialista em startups

Quando um empreendedor e investidor negociam um possível aporte para uma startup, uma das questões importantes a acertar é a remuneração mensal dos sócios. Mas quanto pedir e como negociar para satisfazer as duas partes?

Quanto mais experiente for a equipe, maior o salário mensal esperado pelos sócios. Por outro lado, o investidor responderá que essa experiência deverá ser traduzida em atingimento de metas, e que o salário pode subir gradualmente se as vendas crescerem. O estágio da startup também irá influenciar: quanto maior o potencial de crescimento, maior o capital necessário - ao mesmo tempo, há uma grande possibilidade da própria receita ajudar a pagar os salários dos fundadores, e não seria necessário retirar essa quantia a partir do aporte.

Isso tudo acontece porque investidores não agem como um banco que concede um empréstimo - eles compartilham o risco com o empreendedor. Enquanto um empréstimo de banco seria direcionado para pagar os custos, despesas ou projetos que os sócios desejassem, investidores esperam que praticamente todo o capital aportado seja direcionado a coisas previamente combinadas e que farão a startup crescer: marketing, custos comerciais, pesquisa & desenvolvimento, entre outros.

Investidores sempre tentarão reduzir ao máximo a retirada mensal dos fundadores de uma startup no início de sua vida: os salários estarão muito mais próximos de R$ 3.000 do que R$ 10.000. Portanto, quando for negociar seu salário pós-aporte e justifica-lo para o investidor, defina o mínimo que você precisa considerando os custos da região onde mora. Considere que sua qualidade de vida irá cair um pouco, mas deixe claro que está disposto a passar por isso. E por último, defina metas atingíveis que se tornarão seus gatilhos de aumento, crescendo sua retirada na proporção em que você e seus sócios mostram resultados.

O que é uma startup?

 

Yuri Gitahy é investidor-anjo, conselheiro de empresas de tecnologia e fundador da Aceleradora, que apoia startups com gestão e capital semente

Envie suas dúvidas sobre startups para examecanalpme@abril.com.br.