Koni Store tenta atingir mercado nordestino

A rede de comida japonesa planeja expansão e novos modelos de restaurantes com atendimento mais rápido
A expansão no Nordeste deve atingir três estados (.)
A expansão no Nordeste deve atingir três estados (.)
P
Priscila ZuiniPublicado em 10/10/2010 às 03:34.

São Paulo - Presente em quatro estados brasileiros, a rede de temakerias, Koni Store, do grupo Úmbria, pretende expandir suas operações para o nordeste e também para o exterior. Além das 36 lojas espalhadas por São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal, o restaurante prevê a inauguração de uma unidade em Lisboa no próximo mês.

A expansão no Nordeste deve atingir três estados. Até o momento já está confirmada uma loja em Recife, no Pernambuco. A primeira unidade foi aberta em 2006, no Rio de Janeiro. A rede prevê a abertura de cinco novas operações em 2010.

Outra mudança que a marca do grupo Úmbria vai passar é a implantação de um novo modelo de loja. Atualmente, os restaurantes da rede trabalham com atendimento a la carte. No novo sistema, a loja fica mais parecida com as de shoppings centers e oferece um serviço mais rápido.

O investimento mínimo para abrir uma franquia é de 350 mil reais. Estima-se que cada loja venda em média 400 temakis, os cones de arroz recheados, por dia. O faturamento médio é de 105 mil reais por unidade. No ano passado, a rede teve um faturamento de mais de 30 milhões de reais e prevê um aumento de 28% para 2010.