Jorge, da dupla Jorge & Mateus, vira sócio da startup de educação Nubbi

Acostumado com as salas de aula antes da fama, o cantor sertanejo investe em startup que deve faturar R$ 15 milhões em 2022 com cursos profissionalizantes em falta no mercado
Gabriel Tatibana, o cantor Jorge Barcelos, Marcus Lemos e Leandro Maldonado, sócios da Nubbi: mais de 300 novos cursos online e profissionalizantes (Divulgação/Divulgação)
Gabriel Tatibana, o cantor Jorge Barcelos, Marcus Lemos e Leandro Maldonado, sócios da Nubbi: mais de 300 novos cursos online e profissionalizantes (Divulgação/Divulgação)
Leo Branco
Leo Branco

Publicado em 22/04/2022 às 14:00.

Última atualização em 25/04/2022 às 11:15.

O cantor sertanejo Jorge Barcelos, da dupla Jorge & Mateus, virou sócio da startup mineira Nubbi, conhecida por cursos online com jogos e outras ferramentas interativas envelopadas no slogan "Educação Sem Distância".

VEJA TAMBÉM:

O autor de hits como Molhando o Volante, Cheirosa, Troca e Tijolão já tinha um curso online na plataforma da Nubbi em que compartilha rotina de trabalho e entrevista especialistas no cenário musical.

Pelos termos da sociedade anunciada agora, o cantor sertanejo vai investir 1 milhão de reais em esquema de permuta pelo uso de imagem e dos conteúdos desenvolvidos por ele para a Nubbi.

“A Nubbi nasceu para melhorar a vida do trabalhador brasileiro, oferecendo educação online e profissionalizante de alta qualidade. É muito bom fazer parte de um projeto com esse objetivo nobre", diz Jorge.

O que faz a Nubbi

Fundada em 2018 em Poços de Caldas, no interior de Minas Gerais, a Nubbi é focada em cursos profissionalizantes.

Atualmente, são mais de 200 cursos em áreas diversas como elétrica, eletrônica, mecânica industrial, segurança do trabalho, entre outras.

O público-alvo é tanto o de pessoas em busca de uma nova oportunidade profissional como o de empresas dispostas a ensinar novas habilidades aos seus funcionários.

Entre os mais de 300 clientes estão grandes empresas como a indústria de alimentos Danone, a Câmara Brasileira do Livro e o estúdio de criação de desenhos em quadrinhos Maurício de Souza.

"A entrada do Jorge como sócio é extremamente relevante para o futuro da Nubbi", diz o administrador Marcus Lemos, CEO e fundador da Nubbi ao lado de Gabriel Tatibana, Fabrício Carvalho e Claudio Rabelo.

Em comum a Jorge e a Marcus está um passado ligado à educação básica nos rincões do país.

Marcus fundou a Nubbi após uma carreira bem-sucedida no marketing de grandes empresas. "É difícil transmitir conhecimento dentro das organizações", diz ele.

"Me inspirei na minha mãe, que usava brincadeiras e jogos no dia a dia como professora de escolas públicas em áreas violentas, para também apostar em elementos lúdicos, só que agora num negócio próprio."

Cantor e professor

Aos 19 anos, antes de começar a carreira artística, Jorge deu aulas de geografia e história numa escola pública de sua terra natal, Itumbiara, cidade goiana a 200 quilômetros da capital Goiânia.

"Na época eu já dava aulas para alunos de ensino médio com muito mais idade do que eu, que já trabalhavam, haviam casado e tinham flhos e estavam ali buscando recuperar o tempo perdido na escola", diz Jorge.

"Desde então entendo a importância de um ensino focado em atividade prática para quem não tem muito tempo para as aulas."

A chegada de Jorge deve motivar a abertura de 300 novos cursos online na plataforma da Nubbi.

Na meta da edtech está também dobrar o número de alunos capacitados nos próximos meses. Em quatro anos, 3 milhões de alunos já passaram pela plataforma da Nubbi.

Novos cursos

Na lista de lançamentos estão formações em falta nas carreiras artísticas, como técnico de som, iluminador de palco e eletricista de show.

Em outra frente, a Nubbi deve colocar no ar cursos com demanda no agronegócio, um tema que Jorge domina — o cantor possui propriedades rurais em Goiás, além de investimentos em imóveis.

"Ando por vários cantos do país e estou atento a demandas de mão de obra específicas de cada região", diz Jorge. "Minha função na Nubbi vai ser a de apontar essas oportunidades."

A Nubbi é o segundo negócio de tecnologia investido pelo cantor. Há quatro anos, Jorge aportou recursos na MusicPlayce, startup de Goiânia dedicada a conectar compositores de músicas e cantores em busca de bons temas para gravar.

A chegada de Jorge como sócio vem num bom momento para a Nubbi. Em 2022, a edtech espera receitas de 15 milhões de reais, 70% acima do registrado no ano passado.

VEJA TAMBÉM:

Anything as a service? HR techs querem resolver tudo das empresas

Assine a EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio!

Endeavor lança guia que ensina a criar o pitch perfeito; veja dicas