Gestora brasileira capta US$ 45 mi e vai em busca das próximas startups de sucesso em Israel e EUA

A Mindset Ventures espera encerrar a captação de US$ 50 milhões até o final do trimestre. Empresa já investiu em 45 startups early stage no exterior

A gestora brasileira Mindset Ventures levantou 45 milhões de dólares para o seu terceiro fundo de investimento, o Fund III, que deve encerrar sua captação ainda no primeiro trimestre, chegando ao seu objetivo de 50 milhões de dólares.

A empresa de capital de risco é conhecida por sua atuação internacional. Fundada em 2016 por Daniel Ibri e Camila Folkmann, ela reúne investimentos de CEOs e family offices brasileiros que querem começar a investir em negócios promissores dos Estados Unidos e Israel, dois dos maiores pólos de startups do planeta.

A Mindset nasceu a partir da experiência de seus fundadores na gestora Acelera Partners, que reunia investimentos de diversas grandes empresas que estavam de olho no mercado de startups, como Microsoft e Votorantim. Na época, com o mercado brasileiro de inovação começando a ganhar projeção, os investidores tinham dificuldade de encontrar negócios com tecnologias avançadas o suficiente para fazer parcerias com as companhias investidoras.

Sem sucesso no mercado interno, Ibri e Folkmann foram se aventurar em Israel, onde a Microsoft tem atuação forte, em busca de boas oportunidades de investimento. O país, apesar de ser um dos mais inovadores do mundo, tem um mercado interno pequeno. “No final de 2015, percebemos que poderíamos unir as duas pontas, investindo em empresas de lá e ajudando a trazer a operação delas para o Brasil”, diz o cofundador.

O primeiro fundo, com poucos milhões de dólares, foi organizado em 2016 para testar a tese de investimentos. Em 2017, um segundo fundo, de quase 20 milhões de dólares, foi lançado e conseguiu conquistar espaço tanto em Israel quanto no Vale do Silício, nos Estados Unidos. No final de 2019, quando estruturam a captação do terceiro fundo da gestora, Nemer Rahal, ex-sócio do Patria Investimentos, associou-se à Mindset.

Nemer Rahal-mindset ventures Nemer Rahal, sócio da Mindset Ventures

Nemer Rahal, sócio da Mindset Ventures (Mindset Ventures/Divulgação)

A pandemia, que assustou o mercado no primeiro semestre de 2020, afetou a captação do fundo. O primeiro closing foi anunciado em maio do ano passado, quando a gestora já havia levantado 33 milhões de dólares. Desde então, a Mindset já usou o capital para investir em sete novos negócios — além das 40 startups que investiu com os dois primeiros fundos.

“Das empresas em que investimos neste terceiro fundo, já tivemos sinalizações de excelentes perspectivas. A Turing, por exemplo, cresceu em uma velocidade tão grande que pularam a captação do Series A e foram direto para o Series B, evento que nos gerou um retorno anual de cerca de 30% em um curtíssimo espaço de tempo”, afirma Daniel Ibri.

No total, a gestora espera investir em 20 empresas ao longo dos próximos três anos. Os investidores buscam startups de software que tenham uma operação voltada para o mercado corporativo e estejam nas suas primeiras rodadas de captação. No geral, a gestora aporta cheques de 500.000 a 1,5 milhão de dólares em cada empresa e sempre investe ao lado de fundos locais, que lideram as rodadas.

A grande estrela do portfólio da gestora hoje é a fintech Brex, sediada no Vale do Silício. A empresa foi fundada pelos empreendedores brasileiros Pedro Franceschi e Henrique Dubugras em 2017. Ela ficou conhecida por oferecer cartões de crédito corporativos para outras startups e empresas de inovação e é avaliada em 3 bilhões de dólares.

Agora, os sócios estão de olho em tendências que foram alavancadas pela pandemia e devem crescer em 2021, como softwares para automação e tecnologias que possibilitam trabalho remoto no campo e na cidade. O setor de games, que ultrapassou as indústrias do cinema e do esporte, também está no radar dos investidores.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.