• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Exclusivo: Mercadão dos Óculos lança fintech e quer brigar pelos sem banco

Em fevereiro, franquia de óticas que faturou R$ 270 milhões em 2021, lançou um meio de pagamento próprio. A próxima fase é ofertar microcrédito para o consumidor final
Gustavo de Freitas, CEO do Mercadão do Óculos: meta da rede é alcançar 700 unidades até dezembro (Divulgação/Exame)
Gustavo de Freitas, CEO do Mercadão do Óculos: meta da rede é alcançar 700 unidades até dezembro (Divulgação/Exame)
Por Luciana LimaPublicado em 31/03/2022 08:00 | Última atualização em 30/03/2022 18:53Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Apesar do avanço do e-commerce durante a pandemia e da popularização de meios de pagamentos digitais como o Pix, segundo dados do Instituto Locomotiva cerca de 16,3 milhões de brasileiros ainda não possuem conta em banco.

Não à toa, nos últimos anos cada vez mais empresas e startups entram na briga para oferecer serviços financeiros para essa multidão, que mesmo às margens, movimenta R$ 347 bilhões por ano. 

A mais nova empresa a disputar os sem banco é a franquia de óticas Mercadão dos Óculos que, em fevereiro, lançou um meio de pagamento próprio, o MDO Pay.

Assim como Mercado Pago, Paypal e PagSeguro, o Mercadão se tornou uma subadquirente, ou seja, uma empresa que faz a intermediação do pagamento entre adquirentes (Stone, Getnet, Rede), bandeiras de cartão e bancos.  

Além de oferecer parcelamentos em até quatro cartões, por meio da conta digital do MDO Pay, os lojistas podem emitir boletos, receber e antecipar pagamentos. A plataforma está em processo de implantação e, atualmente, é utilizada por 52 das mais de 550 unidades do Mercadão dos Óculos. 

O próximo passo da rede de franquias é expandir os serviços financeiros também para o consumidor final, oferecendo linhas de microcrédito para os clientes que desejam comprar na loja. 

“Hoje nós já somos uma fintech e a ideia é aprofundar cada vez mais o nosso braço financeiro.  Grande parte da população não tem acesso ao crédito atualmente. Aumentando o poder de compra desse público, vamos contribuir para o crescimento das lojas”, diz Gustavo de Freitas, CEO do Mercadão do Óculos. 

Ciente de que a concorrência é grande, a ideia da rede é apostar na relação que estabeleceu com os públicos C e D. “Nós temos uma vantagem competitiva que é o fato de sermos uma rede varejo. Muitas pessoas vêm para a loja, mas não compram por falta de recursos. É aí que entrará a nossa solução financeira”, diz Freitas. 

Expansão da rede e fábrica nova 

Criada há dez anos, o Mercadão dos Óculos faturou R$ 270 milhões em 2021 e, mesmo durante a pandemia, viu a rede de franqueados aumentar. A principal razão foi a estratégia de focar na abertura de novas unidades em cidades menores, com até 30 mil habitantes. 

Entre o final de 2019 até fevereiro deste ano, a rede de óticas saltou de 237 para mais de 550 franquias, sendo quase metade delas localizadas em cidades pequenas. Com isso, desde março de 2020, o Mercadão dos Óculos aumentou o faturamento em 15% e o ticket médio em outros 30%.

“Nós temos um modelo de loja bastante enxuto com CMV (custo de mercadoria vendida) de aproximadamente 20% da venda, ou seja, o franqueado consegue ter uma margem até cinco vezes maior que o custo operacional da loja. Isso ajuda a viabilizar operações mesmo em cidades com pouca demanda”, diz Freitas. 

Até o final do ano, o Mercadão planeja inaugurar mais 168 lojas, alcançando a marca de 700 unidades, e atingir o faturamento de meio milhão de reais. Nos próximos dois anos, a rede quer chegar a mil franquias. Para isso, a aposta é continuar investindo na estratégia verticalizada, de comercializar armações e lentes de fabricação própria. 

Tanto é que a rede saiu de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, onde foi fundada, e investiu R$ 10 milhões na construção de uma nova fábrica em Pouso Alegre (MG). A ideia é que dentro de um ano o complexo fabril esteja em funcionamento e tenha a capacidade de produzir 10 mil armações por mês. 

Sobre a concorrência com outras redes, como as Óticas Diniz, que também apostam na fabricação própria para vender armações a preços mais baratos, Freitas é categórico. 

“Fomos uma das poucas franquias que mantiveram um forte ritmo de expansão apesar dos problemas gerados pela pandemia. Ou seja, cada vez mais as pessoas percebem o potencial do negócio. E quanto maior formos, mais fortes seremos”, finaliza. 

Veja Também

Novas percepções sobre as fintechs sustentáveis
Future of Money
Há 12 horas • 6 min de leitura

Novas percepções sobre as fintechs sustentáveis

Como uma fintech encara o suporte ao cliente?
Um conteúdo Bússola
Há um dia • 4 min de leitura

Como uma fintech encara o suporte ao cliente?

Não somos uma empresa de cartão, diz presidente da Visa no Brasil
Minhas Finanças
Há 2 dias • 4 min de leitura

Não somos uma empresa de cartão, diz presidente da Visa no Brasil