Exagero nas festas pode causar demissão?

Se o funcionário se exceder nas confraternizações de fim de ano, pode ser demitido por justa causa

São Paulo - No fim do ano, muitas empresas celebram os resultados em festas no escritório e durante o expediente. É comum servirem bebidas alcoólicas nessas horas. Se um empregado bebe demais e causa vexame na frente dos colegas, é permitida a demissão dele por justa causa?

SIM.

Motivo: Pelo artigo 482 da Consolidação das Leis do Trabalho, código que regulamenta as leis trabalhistas no país,  o funcionário flagrado alcoolizado em serviço  pode ser demitido por justa causa. A legislação não prevê exceções por causa das circunstâncias que levaram à bebedeira.

O demitido pode até tentar mudar a demissão na Justiça, alegando que a empresa teve culpa no episódio ao fornecer as bebidas. Geralmente os tribunais não levam adiante a argumentação. 

O que fazer: Apesar de a legislação garantir ao empregador o direito à demissão por justa causa, alguns cuidados são importantes. Um deles é recomendar moderação no consumo de álcool nessas festas. Isso reforça a defesa do empregador numa eventual ação judicial.

O empreendedor não deve falar em público os motivos do ocorrido. Isso pode constranger o demitido, o que pode gerar ação de reparação por danos morais.

Daniel Dezontinisócio do Dezontini Sociedade de Advogados, de São Paulo

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.