A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Em alta, educação digital já originou mais de 300 startups no país

Estudo da Liga Ventures mostra que uso de tecnologia na educação tem ganhado espaço no mercado brasileiro

Em paralelo ao avanço científico e aos novos moldes adotados pelo mercado de trabalho, o desenvolvimento tecnológico também se tornou consequência direta da pandemia de covid-19 no setor de educação. A adaptação ao ensino digital e adoção de novos modelos de aprendizado remoto já deram origem a quase 400 startups de educação no país, mostra pesquisa da Liga Ventures em parceria com a edtech Qconcursos e a consultoria PwC. A inovação abre um mundo de oportunidades para empresas dos mais variados setores. Veja como, no curso Inovação na Prática.

O mapeamento de edtechs, apelidado dado às startups da área de educação, é fruto de uma ferramenta da aceleradora chamada de Startup Scanner que monitora, em tempo real, o número de empresas brasileiras em funcionamento e com soluções aplicadas ao setor. Segundo o estudo, existem hoje 391 startups de educação ativas em 67 municípios do país, e que são divididas em 23 categorias.

De todas as categorias mapeadas, o estudo selecionou as cinco principais áreas de atuação das edtechs brasileiras e que concentram o maior número de empresas, que são:

  • Educação Corporativa (10%);
  • Vestibular e Concursos (7%);
  • Infraestrutura Digital (6,6%);
  • Capacitação Profissional (6,4%).

Para se chegar a esses resultados, a ferramenta da Liga Ventures considera uma base com mais de 25.000 startups com empresas inscritas em programas de aceleração e eventos, com notícias veiculadas na imprensa, startups indicadas e também as mencionadas em estudos anteriores do Liga Insights, braço de inteligência da aceleradora.

Apesar de encararem um cenário próspero para o desenvolvimento de novas aplicações em função do ensino digital em alta com a pandemia, quase 40% das startups foram fundadas há pelo menos seis anos, segundo a Liga Ventures.

“A educação está entre os segmentos que passaram por uma transformação bastante significativa nos últimos anos, principalmente por conta do crescimento do mercado de tecnologia. O Startup Scanner de edtechs tem como objetivo fornecer informações confiáveis sobre como esse setor tem se movimentado. Além disso, a ferramenta é uma ótima fonte de informação para quem quer acompanhar o comportamento do ecossistema de inovação no Brasil”, diz Raphael Augusto, diretor de inteligência e estudos de mercado e startup hunter da Liga Ventures.

Saiba o que acontece nos bastidores das principais startups do país. Assine a EXAME.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também