Versace será vendida, afirma jornal italiano

A informação de que a marca italiana está prestes a ser vendida foi veiculada pelo jornal italiano Il Corriere della Sera
VERSACE: segundo jornal italiano, é possível que o anúncio aconteça na próxima terça-feira (Max Rossi/Reuters)
VERSACE: segundo jornal italiano, é possível que o anúncio aconteça na próxima terça-feira (Max Rossi/Reuters)
A
AFP

Publicado em 24/09/2018 às 12:46.

Última atualização em 24/09/2018 às 12:51.

A maison italiana Versace, uma das poucas ainda independentes, está prestes a ser vendida, afirmou nesta segunda-feira (24) o jornal italiano Il Corriere della Sera, citando fontes anônimas.

O jornal informa que o anúncio poderia ser feito "na terça-feira. Donatella Versace (diretora artística e vice-presidente do grupo) convocou os funcionários para uma reunião este dia".

O jornal evoca como potenciais compradores o grupo de moda americano Michael Kors, a famosa marca de calçados Jimmy Choo ou a joalheria Tiffany & Co.

Contactada pela AFP, Versace não comentou essa informação.

Il Corriere estima que a casa milanesa seria avaliada em dois bilhões de dólares.

Versace é atualmente detida em 20% pelo fundo americano Blackrock e o restante pela família.

O grupo italiano registrou em 2016 um faturamento de 686 milhões de euros. Seu CEO Jonathan Akeroyd afirmou em junho que o grupo estava mirando um bilhão de euros em "curto prazo".