Telecom Italia perde presidente e indica CEO da TIM para diretor-geral

Companhia perdeu seu quarto presidente executivo em seis anos nesta sexta-feira
 (Paulo Vitale/TIM/Divulgação)
(Paulo Vitale/TIM/Divulgação)
R
Reuters

Publicado em 26/11/2021 às 17:32.

Última atualização em 26/11/2021 às 17:52.

A Telecom Italia perdeu seu quarto presidente executivo em seis anos nesta sexta-feira, depois que Luigi Gubitosi entregou o cargo após uma batalha com o principal investidor no grupo, a Vivendi, afirmaram duas fontes próximas do assunto.

O conselho de administração da Telecom Italia entregou o cargo de Gubitosi para o presidente do colegiado, Salvatore Rossi, durante reunião realizada nesta sexta-feira. O conselho também decidiu nomear o presidente executivo da TIM, Pietro Labriola, como diretor-geral da Telecom Italia, afirmaram duas fontes.

Gubitosi, porém, não renunciou como membro do conselho de administração da Telecom Italia, afirmaram as fontes, impedindo que Labriola se juntasse ao colegiado e fosse indicado para o posto de presidente-executivo. A reunião ainda continua, afirmaram as fontes.

Gubitosi abdicou de suas responsabilidades na quinta-feira, afirmando em uma carta vista pela Reuters que não queria ficar no caminho para que o conselho de administração aprovasse a oferta de aquisição feita pela KKR, de 12 bilhões de dólares.

Procurados, representantes da TIM no Brasil não comentaram o assunto de imediato.

As ações da TIM exibiam queda de 1,7% às 17h30, em meio a uma queda generalizada do Ibovespa causada por temores de investidores sobre a nova variante, "ômicron", do Covid-19.