Negócios

Sumido, bilionário chinês Jack Ma reaparece na Espanha

Bilionário saiu de cena desde que criticou publicamente o sistema regulatório chinês; de lá para cá sofreu diversos ataques em seus negócios

Jack Ma, fundador do Alibaba reaparece (VCG / Colaborador/Getty Images)

Jack Ma, fundador do Alibaba reaparece (VCG / Colaborador/Getty Images)

Mariana Desidério

Mariana Desidério

Publicado em 20 de outubro de 2021 às 13h29.

Última atualização em 20 de outubro de 2021 às 13h35.

Após desaparecer nos últimos meses, o bilionário chinês Jack Ma, dono do gigante do e-commerce Alibaba,  está em viagem pela Europa, de acordo com a imprensa de Hong Kong. A informação foi publicada pela Bloomberg.

Segundo o jornal South China Morning Post, de propriedade do Alibaba, o bilionário chinês estaria na Espanha, para encontros de negócios, após uma parada em Hong Kong.

O governo chinês iniciou uma série de mudanças no setor privado há cerca de um ano. Uma das consequências foi o cancelamento da abertura de capital do Ant Group, empresa do Alibaba focada em serviços financeiros.

A expectativa do mercado era de que o IPO levantasse 37 bilhões de dólares. Após o cancelamento da oferta de ações, a Ant iniciou uma reestruturação como uma holding financeira. Um movimento que, junto com outras restrições, deve conter sua lucratividade e seu valor de mercado.

Também neste ano, a China aplicou uma multa recorde de 18 bilhões de yuans (2,75 bilhões de dólares) ao Alibaba, depois que uma investigação antimonopólio descobriu que a companhia havia abusado de sua posição dominante no mercado por vários anos.

A multa indica que a fiscalização antitruste da China em plataformas de internet entrou em uma nova era após anos de abordagem "laissez-faire".

Os movimentos vieram depois que o empresário criticou publicamente o sistema regulatório do país. Em uma reunião no final do ano passado, Ma afirmou que "o sistema regulatório chinês estava sufocando a inovação e deve ser reformado para fomentar o crescimento". Disse ainda que os bancos chineses operavam com uma mentalidade de “casa de penhores”. Após as críticas, o empresário saiu de cena.

Acompanhe tudo sobre:AlibabaAnt GroupChinaJack Ma

Mais de Negócios

Cacau Show, Chilli Beans e mais: 10 franquias no modelo de contêiner a partir de R$ 30 mil

Sentimentos em dados: como a IA pode ajudar a entender e atender clientes?

Como formar líderes orientados ao propósito

Em Nova York, um musical que já faturou R$ 1 bilhão é a chave para retomada da Broadway

Mais na Exame