Ryanair quer um só banheiro por avião para cortar custos

Companhia também estuda cobrar para que passageiros usem o toalete

São Paulo – A irlandesa Ryanair conquistou fama internacional ao ser uma das mais agressivas (ou polêmicas) na busca de meios para cortar custos em seus voos. O plano da vez é reduzir o número de banheiros nos aviões – e, eventualmente, cobrar pelo seu uso.

Segundo o The Journal.ie, nesta quarta-feira, o presidente-executivo da Ryanair, Michael O’Leary, admitiu a jornalistas que avalia, junto aos fabricantes de aviões, um layout com um único toalete. Atualmente, são três toaletes em cada aeronave.

Se o projeto for implementado, a remoção de dois banheiros permitirá instalar mais seis assentos em cada avião. A Ryanair calcula que isso poderia reduzir em até 5% o preço médio das passagens, já que os custos também cairiam.

O’Leary afirmou que, se a medida for adotada, valerá para as próximas aeronaves, e não as que já estão em uso. A Ryanair deve receber 40 Boeings 737-800 nos próximos meses, mas eles também conterão três banheiros.

O executivo não descartou, ainda, a criação de uma taxa para os passageiros que quiserem usar o toalete.

Esta não é a primeira proposta polêmica da Ryanair para cortar custos. No ano passado, a companhia chamou a atenção da imprensa internacional, ao divulgar estudos para um novo tipo de assento. Os passageiros viajariam em pé, apoiados numa espécie de sela de cavalo, em voos de curta distância. O objetivo seria aumentar o número de pessoas por voo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.