Resgate do Monte dei Paschi está próximo, diz supervisor italiano

O banco irá fazer uma venda de ativos podres para o Atlante, um fundo de resgate para bancos

Roma - O governo italiano finaliza um acordo em que se compromete, via o Tesouro local, a assumir o Banca Monte dei Paschi di Siena (MPS), afirmou hoje Carmelo Barbagallo, encarregado da autoridade monetária para a supervisão bancária no país.

"Estamos no fim. Ainda não temos o consenso formal da Diretoria Geral (da Comissão Europeia) para a Competição, mas não existem dúvidas (sobre o plano de resgate do Monte dei Paschi", afirmou.

Segundo o funcionário, o MPS irá fazer uma venda de ativos podres para o Atlante, um fundo de resgate para bancos. A manobra será possível graças a outro anúncio feito ontem pelo governo do primeiro-ministro Paolo Gentiloni.

Ele se comprometeu a liquidar o portfólio de outras duas instituições, o Banca Popolare di Vicenza e o Veneto Banca, liberando, dessa forma, recursos para o resgate do Monte dei Paschi.Fonte: Dow Jones Newswires.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.