Quem é o fundador da TransferWise que obteve destaque do Fórum Econômico

Kristo Käärmann fundou a empresa para facilitar a movimentação de dinheiro no mundo. Hoje vale US$ 3,5 bilhões e dá lucro há três anos consecutivos
Kristo Käärmann, da TransferWise: "é notável ver nossa missão se tornar o novo padrão global" (TransferWise/Divulgação)
Kristo Käärmann, da TransferWise: "é notável ver nossa missão se tornar o novo padrão global" (TransferWise/Divulgação)
N
Natália Flach

Publicado em 06/04/2020 às 16:06.

Última atualização em 06/04/2020 às 19:20.

Eleito um dos Jovens Líderes Globais de 2020 pelo Fórum Econômico Mundial, o estoniano Kristo Käärmann tem muito a comemorar, mesmo em meio à turbulência econômica causada pela epidemia de coronavírus. A TransferWise, empresa que fundou há nove anos com o amigo Taavet Hinrikus com o intuito de facilitar a movimentação de dinheiro em todo o mundo, atingiu a marca de 7 milhões de clientes que transacionam cerca de 5 bilhões de dólares por mês. 

Além disso, a TransferWise - que é avaliada em 3,5 bilhões de dólares e detém status de unicórnio - acaba de fechar uma parceria com a AliPay na China. A expectativa é que com o acordo os números da companhia cresçam rapidamente.

Käärmann divide os holofotes com a capitã do time de futebol dos Estados Unidos, Megan Rapinoe, e com a primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin. Em comum, eles têm menos de 40 anos, reconhecimento internacional, além de se dedicarem a mudar o mundo para melhor.

"É incrível ser reconhecido pelo trabalho que eu e toda a equipe da TransferWise realizamos para trazer mais transparência e preços justos ao mercado de câmbio. Mas definitivamente não fazemos isso em busca de reconhecimento. Para nós, é mais importante ver nosso trabalho tendo impacto real no mercado", diz o executivo em entrevista exclusiva à EXAME.

Um exemplo disso são novas as regulamentações de pagamentos internacionais que foram aprovadas pela União Europeia, que estabelecem que o cliente deve ser informado sobre o custo total da transação, incluindo a margem da taxa de câmbio, de uma maneira simples e fácil de entender. "É notável ver nossa missão se tornar o novo padrão global", acrescenta.

Confira abaixo os principais trechos da entrevista:

EXAME: A premiação do Fórum Econômico Mundial traz alguma pressão adicional?

Nossa missão é o que impulsiona tudo o que fazemos na TransferWise. Queremos que o dinheiro não tenha fronteiras e que as transferências sejam instantâneas, convenientes, transparentes e, eventualmente, gratuitas. Por isso, sempre analisamos nosso papel no mercado financeiro com muita responsabilidade. O reconhecimento atrai mais atenção para o problema que trabalhamos para resolver - e isso é incrível.

EXAME: Que tipo de mudanças e impactos a TransferWise tem feito no mundo? Acredita que seu objetivo pessoal - de trazer mais transparência para o mercado de câmbio - foi alcançado?

Desde que começamos a operar em 2011, 7 milhões de pessoas aderiram à nossa causa e atualmente movimentamos 5 bilhões de dólares todos os meses. Em termos do impacto que trouxemos para nossos clientes, a cada ano eles economizam  1 bilhão de dólares usando a TransferWise em vez de um banco. Falando sobre a indústria em geral, além das mudanças regulatórias, como a da UE, estamos vendo algumas mudanças na indústria, mas é tudo incrivelmente lento. Recentemente, o banco Barclays tornou a taxa de câmbio de 2,75% mais clara para os clientes - e isso é incrível. Taavet e eu iniciamos a TransferWise porque achávamos que os consumidores estavam sendo enganados. Seria fantástico ver os bancos tornarem seus preços mais transparentes e menores.

EXAME: A empresa é um unicórnio que tem lucro há três anos consecutivos. Qual é o segredo?

Ser um unicórnio lucrativo faz de nós uma espécie rara de empresa de tecnologia. Somos uma empresa em rápido crescimento, mas é importante crescer de forma sustentável. Somos muito francos quanto ao preço que os clientes pagam pelos nossos serviços - a primeira coisa que você vê quando visita nosso site ou aplicativo é uma calculadora, mesmo que você não seja cliente. Por isso, quando o lucro aumenta, é sinal para abaixarmos os nossos preços. Portanto, é um ciclo benéfico para todos os envolvidos: damos aos clientes o benefício do nosso sucesso; continuamos expandindo nossos negócios e transacionamos mais.

EXAME: Podemos esperar crescimento de receita e lucro no próximo ano fiscal?

Estimamos que pessoas físicas e pequenas empresas movimentem cerca de 5 trilhões a 10 trilhões de dólares por ano internacionalmente. Isso significa que ainda temos uma fatia relativamente pequena do mercado e muito para crescer.

EXAME: Mas a crise do coronavírus afeta os negócios?
Sabemos que afetará muitas empresas, mas trabalhamos duro para construir uma empresa sustentável, com fortes bases financeiras. Em momentos como esse, as pessoas realmente precisam ser capazes de movimentar e gerenciar seu dinheiro. Portanto, nossa prioridade número um é manter o dinheiro em movimento, e estamos em uma boa posição para que isso aconteça com o mínimo de interrupções possível.

EXAME: Mas o sucesso da empresa está relacionado ao maior número de pessoas que enviam dinheiro para o exterior ou ao maior volume de dinheiro enviado?

É uma mistura de ambos. Mais e mais pessoas estão usando a TransferWise à medida que expandimos nossos serviços - que atualmente cobrem mais de 1.600 rotas. Mas parte do nosso crescimento também vem da expansão dos serviços prestados. Começamos com a transferência de dinheiro e, ao longo dos últimos anos, lançamos uma conta multimoeda sem fronteiras - a primeira plataforma a oferecer serviços bancários de vários países. Com ela, você pode manter e converter 53 moedas. Na Europa, nos Estados Unidos, em Singapura, na Austrália e na Nova Zelândia, os clientes que possuem a conta também recebem nosso cartão de débito Mastercard. Este cartão funciona de maneira inteligente: ele usa a moeda correta da sua conta sem fronteiras. Então, se estiver nos Estados Unidos, vai usar dólares americanos, se estiver em Portugal, euros. Em países como o Brasil, a conta ainda não está disponível, mas nossa equipe está trabalhando para viabilizá-la.

EXAME: É comum ver empresas de tecnologia serem destruídas ou compradas por gigantes do mercado financeiro. A TransferWise já teve de enfrentar algo assim?

Estamos vendo uma clara mudança na disposição dos bancos em adotar o cenário das fintech e o poder das APIs. Nossa recente parceria com a BPCE, o segundo maior banco da França, reflete essa mudança. O surgimento de novos bancos também está mudando o cenário tradicional de pagamentos. Fizemos parceria com vários deles para oferecer transferências internacionais para sua base de clientes. Na Europa, oferecemos nossos serviços por meio de uma integração de API com Monzo, Bung, N26 e LHV; nos EUA, com Novo e Stanford Federal Credit Union; no Canadá com o EQ Bank; e na Austrália com o Up Bank. E há mais em breve.

EXAME: A TransferWise tem investidores como o bilionário britânico Richard Branson e fundos de venture capital, como Andreessen Horowitz e Valar Ventures, fundado por Peter Thiel. Em algum momento, esses (e outros) investidores podem querer recuperar o retorno, certo? A empresa pretende abrir o capital?
A TransferWise está passando por um crescimento fenomenal e a rodada secundária de recursos que fizemos no ano passado é uma prova disso. Não precisamos arrecadar fundos para continuar nessa trajetória. Essa última rodada forneceu uma maneira de os investidores se comprometerem ainda mais com os objetivos, além de recompensar alguns dos colaboradores que estão conosco desde o início.

EXAME: Recentemente, a empresa anunciou uma parceria com a AliPay. Quais são as expectativas sobre isso (acelerar a base de clientes)?
A parceria com a Alipay era um dos pedidos mais recorrentes dos nossos clientes desde que expandimos para a Ásia. Faz sentido porque a Alipay é o principal meio de pagamento para mais de 1,2 bilhão de pessoas na China. Com este último lançamento, os 7 milhões de usuários do TransferWise poderão enviar instantaneamente (menos de 20 segundos) e converter yuan em 17 moedas.