PSA e Opel estudam se fundir, segundo jornal francês

Segundo jornal econômico francês, "família Peugeot" ainda tem reservas, mas uma decisão poderia ser tomada "antes do final de ano"

Paris - O fabricante automobilístico francês PSA Peugeot Citroën e a filial europeia da americana General Motors (GM), Opel, estudam se fundir, segundo informou hoje a edição digital do jornal econômico 'La Tribune'.

Segundo essa publicação, ainda existem reservas 'no seio da família Peugeot', que possui 25,27% das ações do grupo francês e controla 37,9% dos direitos de voto na empresa.

O projeto de fusão, acrescenta 'La Tribune', ainda não se submeteu ao conselho de vigilância da PSA, mas poderia ser tomada uma decisão 'antes do final de ano'.

PSA e GM anunciaram em fevereiro passado uma 'aliança estratégica mundial' entre ambos os grupos inicialmente focalizada no desenvolvimento de turismos de passeio de pequeno e médio tamanho, monovolumes e crossover, enquanto ambos considerarão o desenvolvimento conjunto no futuro de tecnologias de baixas emissões, anunciaram então.

Um porta-voz do grupo francês contatado pela Efe não quis fazer comentários porque 'há rumores todos os dias' e se limitou a lembrar que 'no final de outubro' haverá anúncios relativos à aliança com o fabricante americano.

A nova empresa 'reagruparia a Opel e a divisão de automóvel da PSA e a parte industrial dessa divisão', segundo 'La Tribune', que não revela suas fontes.

Segundo esse jornal, a GM poderia injetar dinheiro perante essa eventual fusão de marcas dado que os ativos da PSA são maiores que os do fabricante americano.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.