Negócios

Produção da Petrobras em março é a menor desde setembro

A produção de petróleo da Petrobras no Brasil caiu 3,8 % em março ante fevereiro, para 1,846 milhão de barris por dia (bpd) em média


	A Petrobras reafirmou que a produção de óleo e gás natural no Brasil em 2013 deve ficar estável em relação a 2012, com menor patamar no 1º semestre pela concentração de paradas para manutenção
 (André Valentim/EXAME.com)

A Petrobras reafirmou que a produção de óleo e gás natural no Brasil em 2013 deve ficar estável em relação a 2012, com menor patamar no 1º semestre pela concentração de paradas para manutenção (André Valentim/EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 26 de abril de 2013 às 23h32.

São Paulo - A produção de petróleo da Petrobras no Brasil caiu 3,8 % em março ante fevereiro, para 1,846 milhão de barris por dia (bpd) em média, informou a estatal nesta sexta-feira.

O volume é o menor desde setembro do ano passado, quando a estatal produziu 1,843 milhão de barris.

O dado de março foi divulgado após o anúncio dos resultados do primeiro trimestre, que foram fortemente afetados pela baixa na produção, em função de paradas para manutenção das plataformas.

"A queda do volume produzido decorreu, principalmente, de paradas programadas em plataformas da Bacia de Campos: P-9, PCE-1 e FPSO-Espírito Santo (Parque das Conchas, operado pela Shell) e da continuação da parada programada da P-54, iniciada no dia 27 de fevereiro, mas com maior impacto em março", disse a estatal em comunicado.

A queda ainda foi parcialmente reduzida pela continuidade do ramp-up (crescimento da produção) do FPSO Cidade de Itajaí, em Baúna, e do FPSO Cidade de Anchieta, em Baleia Azul, acrescentou a Petrobras.

A empresa tem lidado ainda com o declínio natural da produção em campos da bacia de Campos, principal área produtora do país.

No relatório dos resultados, a Petrobras reafirmou que a produção de óleo e gás natural no Brasil em 2013 deve ficar estável em relação a 2012, tendo menor patamar no primeiro semestre pela concentração de paradas para manutenção.

A empresa relatou ainda que a produção de gás natural --sem liquefeito-- dos campos no Brasil alcançou 63,6 milhões de metros cúbicos, indicando um aumento de 1,2 % na comparação com fevereiro.

Acompanhe tudo sobre:Capitalização da PetrobrasEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEnergiaEstatais brasileirasGás e combustíveisIndústria do petróleoPetrobrasPetróleo

Mais de Negócios

Após cair 10% em maio, PMEs gaúchas voltam a crescer em junho e começam a se recuperar da enchente

Na febre das corridas de ruas, ele faz R$ 4,5 milhões com corridas em shoppings e até em aeroportos

Metodologia: como o ranking Negócios em Expansão classifica as empresas vencedoras

Cacau Show, Chilli Beans e mais: 10 franquias no modelo de contêiner a partir de R$ 30 mil

Mais na Exame