Presidente da Tiffany & Co. anuncia aposentadoria para 2015

Michael Kowalski, que trabalha para joalheria desde 1983, continuará como presidente não-executivo do conselho

São Paulo - Há mais de 30 anos trabalhando para Tiffany & Co., sendo 15 deles como CEO e 11 como presidente do conselho, Michael Kowalski vai se aposentar em 2015.

Em comunicado, a segundo maior joalheria do mundo anunciou que Kowalski seguirá como presidente não-executivo do conselho.

A companhia nomeou Frederic Cumenal para a função de principal executivo da empresa.

Cumenal está na Tiffany desde 2011, quando assumiu o cargo de vice-presidente executivo. Desde o ano passado, ele também faz parte do conselho da companhia.

"Estou imensamente satisfeito com o que temos feito na Tiffany ao longo dos últimos 30 anos. Cumenal é ideal como executivo-chefe, e vamos continuar a trabalhar em conjunto para garantir uma sucessão tranquila", afirmou Kowalski, em nota.

Para o novo futuro presidente, trata-se de uma empresa extraordinária com uma herança fantástica e um futuro brilhante.

"Estou profundamente honrado por ter sido escolhido como líder e espero com entusiasmo capitalizar muitas oportunidades pela frente", disse Cumenal, em nota.

O executivo assume o comando da Tiffany a partir de 1º de abril de 2015.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.