Negócios

Petrobras provisionará R$1,3 bi devido a litígios envolvendo a Sete Brasil

Criada em 2010 para explorar o pré-sal, empresa está em recuperação judicial e ainda está envolvida nas investigações da operação Lava Jato

Petrobras: estatal afirma que é "vítima dos fatos apurados pela operação Lava Jato" (Germano Lüders/Exame)

Petrobras: estatal afirma que é "vítima dos fatos apurados pela operação Lava Jato" (Germano Lüders/Exame)

R

Reuters

Publicado em 25 de abril de 2019 às 09h29.

São Paulo — A Petrobras decidiu provisionar 1,3 bilhão de reais devido ao atual estágio de litígios arbitrais envolvendo a empresa Sete Brasil, informou a petroleira em fato relevante nesta quinta-feira, 25.

"O efeito decorrente deste provisionamento será reconhecido no resultado consolidado da Petrobras do 1º trimestre de 2019", disse a companhia.

A Sete Brasil foi criada no fim de 2010 como parte de planos multibilionários concebidos para explorar o petróleo do pré-sal. Atualmente em recuperação judicial, a empresa ainda está envolvida nas investigações da operação Lava Jato, que descobriu um enorme escândalo de corrupção no Brasil.

A Petrobras acrescentou no comunicado que é "vítima dos fatos apurados pela operação Lava Jato" e "permanece em defesa de seus interesses nos processos relacionados ao caso, pois defende não ser cabível qualquer pleito indenizatório".

A petroleira ressaltou que os processos são confidenciais.

Acompanhe tudo sobre:Operação Lava JatoPetrobrasSete Brasil

Mais de Negócios

Após cair 10% em maio, PMEs gaúchas voltam a crescer em junho e começam a se recuperar da enchente

Na febre das corridas de ruas, ele faz R$ 4,5 milhões com corridas em shoppings e até em aeroportos

Metodologia: como o ranking Negócios em Expansão classifica as empresas vencedoras

Cacau Show, Chilli Beans e mais: 10 franquias no modelo de contêiner a partir de R$ 30 mil

Mais na Exame