Petrobras deixará imóvel no Rio até fevereiro, diz BTG

Petrobras pediu rescisão do contrato de locação do edifício Castelo, no centro do Rio de Janeiro

São Paulo – A Petrobras solicitou rescisão do contrato de locação do imóvel edifício Castelo, no centro do Rio de Janeiro.

O contrato de locação possui um aviso prévio de seis meses, de modo que a saída deve ocorrer em 16 de fevereiro do ano que vem, segundo a BTG Pactual DTVM, administradora do Fundo de Investimento Imobiliário Edifício Castelo.

Na data de saída, a estatal deverá arcar com multa rescisória equivalente a quatro alugueis mensais vigentes à época, ainda conforme o contrato, além dos custos de recomposição do imóvel ao mesmo estado do início da locação.

Em dezembro do ano passado, a Petrobras já havia avisado ao fundo intenção de distrato do contrato do imóvel, que fica na Av. Nilo Peçanha, 151.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.