Para Engie, Petrobras pode ter de se desfazer de 10% restante na TAG

Empresa fez proposta de compra de 90% da estatal brasileira e mira mercado de gás com aquisição da TAG

São Paulo - O diretor de Desenvolvimento de Negócios da Engie, Gustavo Henrique Labanca Novo, afirmou que a Petrobras deverá, num futuro próximo, se desfazer de sua participação restante de 10% na TAG. A Engie, junto com outros sócios, fez proposta de compra de 90% da companhia. A afirmação do executivo foi dada durante conferência com analistas, nesta segunda-feira, 8.

Sem citar detalhes, o executivo comentou que "ela (a Petrobras) vai ter que se desfazer desse 10% no futuro próximo".

A afirmação foi feita enquanto o executivo comentava o esforço de desinvestimento da companhia realizado atualmente.

Diante dessa perspectiva, Novo comentou que "obviamente" em eventual oferta da participação restante de 10% "os outros acionistas teriam direito de preferência (na compra)".

Conselho da Petrobras

O gerente de Relações com Investidores da Engie, Rafael Bósio, afirmou que o conselho da Petrobras deverá se debruçar até o dia 25 deste mês sobre o processo de venda de parte da TAG. "Terá uma assembleia no dia 25 do Conselho de Administração para fazer a assinatura de todos os contratos", disse, mas afirmou que já há sinais de que a reunião pode ocorrer antes. "A gente estima que em meados de maio, vamos fazer o final close dessa transação", disse, durante conferência com analistas, nesta segunda-feira.

Bósio informou que a empresa está trabalhando nessa transação desde setembro de 2017. A proposta vinculante foi apresentada em abril de 2018. "Nesse meio do caminho, tivemos alguns contratempos, liminares que pararam o processo que fizeram com que a transação ficasse suspensa por alguns meses", disse.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também