Negócios

Para Engie, Petrobras pode ter de se desfazer de 10% restante na TAG

Empresa fez proposta de compra de 90% da estatal brasileira e mira mercado de gás com aquisição da TAG

Engie: empresa mira mercado de gás com compra da TAG (Charles Platiau/Reuters)

Engie: empresa mira mercado de gás com compra da TAG (Charles Platiau/Reuters)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 8 de abril de 2019 às 16h56.

São Paulo - O diretor de Desenvolvimento de Negócios da Engie, Gustavo Henrique Labanca Novo, afirmou que a Petrobras deverá, num futuro próximo, se desfazer de sua participação restante de 10% na TAG. A Engie, junto com outros sócios, fez proposta de compra de 90% da companhia. A afirmação do executivo foi dada durante conferência com analistas, nesta segunda-feira, 8.

Sem citar detalhes, o executivo comentou que "ela (a Petrobras) vai ter que se desfazer desse 10% no futuro próximo".

A afirmação foi feita enquanto o executivo comentava o esforço de desinvestimento da companhia realizado atualmente.

Diante dessa perspectiva, Novo comentou que "obviamente" em eventual oferta da participação restante de 10% "os outros acionistas teriam direito de preferência (na compra)".

Conselho da Petrobras

O gerente de Relações com Investidores da Engie, Rafael Bósio, afirmou que o conselho da Petrobras deverá se debruçar até o dia 25 deste mês sobre o processo de venda de parte da TAG. "Terá uma assembleia no dia 25 do Conselho de Administração para fazer a assinatura de todos os contratos", disse, mas afirmou que já há sinais de que a reunião pode ocorrer antes. "A gente estima que em meados de maio, vamos fazer o final close dessa transação", disse, durante conferência com analistas, nesta segunda-feira.

Bósio informou que a empresa está trabalhando nessa transação desde setembro de 2017. A proposta vinculante foi apresentada em abril de 2018. "Nesse meio do caminho, tivemos alguns contratempos, liminares que pararam o processo que fizeram com que a transação ficasse suspensa por alguns meses", disse.

Acompanhe tudo sobre:EngiePetrobras

Mais de Negócios

EXAME lança na quarta-feira (24) nova edição do ranking Negócios em Expansão; saiba como assistir

Morre Paulo Fernando Fleury, um dos ícones da logística empresarial no país

Franquia de sucesso: como a Domino’s transformou um empréstimo de US$ 900 em um negócio bilionário

Sob nova gestão, iFood prepara investimentos em startups e mira verticais de mercado e de benefícios

Mais na Exame