Pão de Açúcar vê queda de até 40% em ações trabalhistas após reforma

Vice-presidente de Finanças destacou que outro efeito da reforma com impacto positivo para a companhia é a possibilidade de ter trabalhadores "polivalentes"

São Paulo - O vice-presidente de Finanças do Grupo Pão de Açúcar (GPA), Christophe Hidalgo, afirmou que a companhia pode sentir os efeitos nos próximos meses de uma redução no volume de processos trabalhistas.

Em teleconferência com analistas e investidores, ele afirmou que a reforma trabalhista gerou uma redução de 35% a 40% nos processos movidos contra a companhia.

"O volume de processos trabalhistas em trânsito está em franca queda", declarou o executivo. De acordo com ele, o efeito em termos de redução nas provisões para perdas em processos trabalhistas deve ser notado nos resultados nos próximos meses.

Hidalgo ainda destacou que outro efeito da reforma com impacto positivo para a companhia é a possibilidade de ter trabalhadores "polivalentes", com maior flexibilidade nos papéis assumidos por funcionários nas lojas.

Segundo o executivo, essa opção tem tido um impacto favorável nos resultados de supermercados e hipermercados.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.