Nestlé quer elevar margem de lucro em 2011 mesmo com alto custo

Empresas do segmento de alimentos estão se esforçando para compensar aumentos nos preços de matérias-primas como café, cacau, leite e trigo

Zurique - O gigante do setor de alimentos Nestlé almeja elevar sua margem de lucro neste ano, apesar dos altos custos de matérias-primas e quer aumentar as vendas brutas em linha com sua meta de longo prazo, disse o presidente-executivo, citado em uma reportagem nesta quinta-feira.

"Nós queremos um crescimento saudável de 5 a 6 por cento por ano. Mas pequenos desvios para baixo ou para cima não nos deixam nervosos", disse Paul Bulcke ao jornal alemão Handelsblatt em entrevista divulgada antes da publicação, na edição de sexta-feira.

A companhia também visa cortar custos e investir em sua cadeia de abastecimento, disse Bulcke.

"Nós trocamos receitas ou mix de sementes pelo nosso café. Nos supermercados, as inovações ajudam: novos produtos têm novos preços e adicionam valor, e os clientes estão dispostos a pagar por isso", disse.

O aumento de preços para produtos já existentes só será utilizado como último recurso, disse o executivo.

Empresas do segmento de alimentos estão se esforçando para compensar aumentos nos preços de matérias-primas como café, cacau, leite e trigo. A Nestlé disse em fevereiro que espera uma elevação de custos de 8 a 10 por cento neste ano.

O presidente do Conselho de Administração da Nestlé, Peter Brabeck, disse à Reuters em uma entrevista no mês passado que a companhia espera elevar preços em cerca de 1,6 por cento em 2011.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.