Devido à crise, Embraer termina 2020 com entrega menor de aviões

Quarto trimestre teve ligeira recuperação, com 71 entregas de jatos; no ano, foram 130 aviões vendidos
Embraer: no ano de 2020 a companhia entregou um total de 130 jatos, sendo 44 comerciais e 86 executivos (Germano Lüders/Exame)
Embraer: no ano de 2020 a companhia entregou um total de 130 jatos, sendo 44 comerciais e 86 executivos (Germano Lüders/Exame)
V
Victor Sena

Publicado em 12/02/2021 às 10:09.

Última atualização em 12/02/2021 às 11:20.

A Embraer informou na manhã desta sexta-feira, 12, que entregou 71 jatos no quarto trimestre de 2020, sendo 28 comerciais e 43 executivos (23 leves e 20 grandes), o que representa uma queda de 10 aeronaves entregues no trimestre em relação ao mesmo período de 2019.

Em 31 de dezembro, a carteira de pedidos firmes a entregar totalizava US$ 14,4 bilhões.

No ano de 2020 a companhia entregou um total de 130 jatos, sendo 44 comerciais e 86 executivos (56 leves e 30 grandes), o que representa uma redução de quase 35% em relação a 2019, quando 198 jatos foram entregues.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa destaca que embora tenham acelerado durante o quarto trimestre de 2020 em relação aos três trimestres anteriores, as entregas foram fortemente impactadas, principalmente na aviação comercial, pela pandemia da covid-19.