Acompanhe:
seloNegócios

Mercado de franquias cresce 11,4% no 3º trimestre e faturamento supera R$ 62 bilhões

Todos os segmentos do franchising cresceram no período. Alimentação - Food Service registrou a maior alta de 17,5%, de acordo com pesquisa da ABF

Modo escuro

Continua após a publicidade
Franchising: mercado brasileiro cresce dois dígitos no 3º trimestre (siraanamwong/Getty Images)

Franchising: mercado brasileiro cresce dois dígitos no 3º trimestre (siraanamwong/Getty Images)

O mercado de franquias brasileiro registrou uma alta de 11,4% no terceiro trimestre de 2023. Dados da pesquisa trimestral de desempenho da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostram que o faturamento do setor passou de R$ 56,256 bilhões para R$ 62,676 bilhões na comparação com o mesmo período do ano anterior.

No acumulado de doze meses, a pesquisa da ABF indica que houve um avanço de 13,3% na receita, que saltou de R$ 204,351 bilhões para R$ 231,584 bilhões. Entre janeiro e setembro de 2023, a receita avançou 13,6%, chegando a R$ 167,784 bilhões.

De acordo com o presidente da ABF Tom Moreira Leite, os resultados do trimestre mostram que o setor superou a fase de recuperação pós-pandemia e agora foca na expansão de seus negócios.

"Agora as regras são outras: vendas híbridas, uso mais intensivo de tecnologia, atenção a novos mercados e até operações de fusões e aquisições", diz o executivo.

Moreira Leite também destaca que, em outros estudos, a ABF também identificou a força de mercados onde o agronegócio é muito presente, além da expansão do setor em cidades do interior, principalmente do Estado de São Paulo.

Por que cada vez mais indústrias avançam para o varejo?

Todos os segmentos do franchising crescem no 3º trimestre

Segmento3º trimestre de 2023% T323 - T322% unidades
Alimentação - Comercialização e Distribuição3.56911,80%5,30%
Alimentação - Food Service13.24517,50%10,50%
Casa e Construção4.3699,50%9,20%
Comunicação, Informática e Eletrônicos1.93310,80%6,90%
Educação3.7544,90%0,50%
Entretenimento e Lazer63112,40%6,70%
Hotelaria e Turismo3.0152,60%8,30%
Limpeza e Conservação47311,30%12,40%
Moda5.7772,50%5,70%
Saúde, Beleza e Bem-estar14.20913,70%4,60%
Serviços Automotivos1.75311,20%0,10%
Serviços e Outros Negócios9.94811,80%8,40%
TOTAL62.67611,40%6,70%

O estudo mostra que todos os segmentos do franchising cresceram entre julho e setembro de 2023. O segmento com maior crescimento foi Alimentação - Food Service, com alta de 17,5% na receita.

Entre os fatores principais que explicam este desempenho do segmento estão:

  • aumento no número de marcas e unidades
  • incremento no faturamento médio por operação
  • retorno do trabalho presencial e de hábitos sociais interrompidos pela pandemia
  • lançamento de produtos
  • reformulação e melhorias do cardápio e portfólio

Saúde, Beleza e Bem-Estar registrou a segunda maior alta do setor, com receita 13,7% maior na comparação entre os meses pesquisados. O segmento registrou aumento na quantidade de redes, operações e um expressivo crescimento do faturamento médio por unidade. Além disso, ele continuou se beneficiando dos cuidados das pessoas com sua saúde, com destaque para as óticas, cuidados estéticos e fitness.

Os calçados do Brasil sofrem com plataformas de compras na Ásia. A Vulcabras é uma exceção. Por quê?

O segmento de Entretenimento e Lazer apresentou o terceiro melhor desempenho, com um índice de crescimento de 12,4%. Um dos mais atingidos pela pandemia, o segmento reportou forte desempenho comercial dos últimos 12 meses, originado da melhora do marketing e de investimentos dos franqueados. Também houve a entrada de empresas novas na parte de eventos e também voltadas ao público infantil e adolescente.

Alimentação – Comercialização e Distribuição, segmento que inclui, por exemplo, supermercados, chocolaterias e lojas de conveniência, ficou em quarto lugar, com 11,8% de alta, tendo como principais razões para o bom desempenho fatores econômicos e de mercado e um maior engajamento nas lojas físicas.

Franquias com unidades móveis e de entretenimento são destaques no primeiro semestre

O segmento de Serviços e Outros Negócios registrou crescimento de 11,8% no período. O segmento que emprega o maior número de trabalhadores no País se destacou pela maior demanda por serviços nesse período.

“O crescimento de todos os segmentos do franchising, como vem ocorrendo nos trimestres anteriores, reafirma a consolidação do crescimento do setor, com os planos de expansão das redes colocados em prática, apoiadas por sinais positivos no ambiente econômico e a disposição do brasileiro em empreender”, afirma Moreira Leite.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Além do macarrão: Spoleto aposta em franquia de pizza e cliente vai "criar seu prato"
seloNegócios

Além do macarrão: Spoleto aposta em franquia de pizza e cliente vai "criar seu prato"

Há 3 horas

Ricardo Bellino leva líderes empresariais ao mosteiro Zen para aprender nova abordagem de liderança
seloNegócios

Ricardo Bellino leva líderes empresariais ao mosteiro Zen para aprender nova abordagem de liderança

Há 6 horas

Faturamento das pequenas e médias empresas cresce 13,9% em janeiro
seloNegócios

Faturamento das pequenas e médias empresas cresce 13,9% em janeiro

Há 7 horas

Como abrir um negócio usando a inteligência artificial e ter mais chance de ser bem sucedido
seloNegócios

Como abrir um negócio usando a inteligência artificial e ter mais chance de ser bem sucedido

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais