A página inicial está de cara nova Experimentar close button

McDonald’s é multado por gerente obrigar funcionária a ficar nua

O TST considerou "o tratamento vexatório, humilhante e desrespeitoso aos princípios da dignidade da pessoa humana"

São Paulo - A Arcos Dourados, franqueadora e operadora do McDonald's no Brasil, foi condenada a indenizar uma atendente obrigada a se despir na frente de colegas.

A vítima do constrangimento foi acusada, com outras duas funcionárias, de furtar dois celulares e R$ 80 de outras colaboradora. Segundo seu relato, depois de uma revista na bolsa de todos os empregados da lanchonete, as três foram chamadas pela gerente, que as obrigou a se despirem no banheiro.

Durante a revista, os celulares foram encontrados escondidos no sutiã e no armário de uma das colegas.

Com a atendente que entrou na Justiça, foram encontrados R$ 150, que ela havia sacado para efetuar um pagamento. Uma cópia do extrato bancário comprova que o dinheiro era, de fato, dela.

De acordo com nota emitida pelo Tribunal Superior do Trabalho, a atendente era menor de idade à época do ocorrido.

O juízo da 20º Vara do Trabalho do Rio de Janeiro considerou que o McDonald’s extrapolou o seu poder de gestão e que a gerente, ao obrigar a trabalhadora a se despir, feriu sua integridade física e sua honra.

Segundo a sentença, o empregador não poderia alegar que estava protegendo seu patrimônio, porque os objetos furtados não eram de sua propriedade.

O valor da indenização estipulada pela Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho é de 30 mil reais.

O TST considerou "o tratamento vexatório, humilhante e desrespeitoso aos princípios da dignidade da pessoa humana, da inviolabilidade psíquica e do bem-estar individual do ser humano", diz o órgão em nota.

Em pronunciamento, a Arcos Dourados afirmou que “respeita a decisão da justiça e reitera que não tolera nenhuma forma de assédio de qualquer natureza. A empresa também reafirma seu compromisso de respeito e de cumprimento da legislação trabalhista, além de proporcionar condições adequadas de trabalho a todos os seus empregados. Eles, inclusive, recebem treinamentos do Código de Conduta para os Negócios, em que são instruídos a agir de maneira responsável e respeitando as regras da companhia.”

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também