Negócios

Lucro da Philips cresce 14% no 3º trimestre

Philips divulgou lucro 14% maior no terceiro trimestre, mas resultado ainda ficou abaixo da expectativa dos analistas

Philips: vendas comparáveis subiram 2 por cento, para 5,9 bilhões de euros (Reuters)

Philips: vendas comparáveis subiram 2 por cento, para 5,9 bilhões de euros (Reuters)

R

Reuters

Publicado em 24 de outubro de 2016 às 10h43.

Amsterdã - A companhia de serviços e tecnologia de saúde holandesa Philips divulgou avanço de 14 por cento no lucro operacional do terceiro trimestre, com alta nas vendas e margens, mas ligeiramente abaixo das estimativas dos analistas.

O presidente-executivo da empresa, Frans Van Houten, disse que a companhia espera melhora no lucro do quarto trimestre. No entanto, "continuamos preocupados com o risco devido à volatilidade nos mercados que operamos", acrescentou.

A Philips reportou que o lucro antes de juros, impostos e amortização (Ebita) ajustado cresceu para 649 milhões de euros ante 570 milhões de euros no mesmo período do ano anterior. Analistas consultados pela Reuters estimavam Ebita ajustado de 651 milhões de euros.

As vendas comparáveis subiram 2 por cento, para 5,9 bilhões de euros. A Philips melhorou margens em duas das suas três principais divisões, reportando um Ebita ajustado do grupo de 11 por cento das vendas contra 9,8 por cento um ano atrás.

Acompanhe tudo sobre:BalançosPhilips

Mais de Negócios

Morre Paulo Fernando Fleury, um dos ícones da logística empresarial no país

Franquia de sucesso: como a Domino’s transformou um empréstimo de US$ 900 em um negócio bilionário

Sob nova gestão, iFood prepara investimentos em startups e mira verticais de mercado e de benefícios

Colaboração entre Dell e Microsoft facilita a vida de empresas na gestão do ambiente multicloud

Mais na Exame