A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Latam tem aumento de 350% na procura por voos aos Estados Unidos

Companhia manteve seis voos semanais durante a pandemia e analisa novas rotas para Boston e Orlando

A Latam teve aumento de 350% das buscas por voos do Brasil para os Estados Unidos em apenas 24h após o país anunciar reabertura das fronteiras para estrangeiros totalmente vacinados contra a covid-19. Nesta segunda-feira, 20, os americanos prometeram o fim das restrições para os turistas no mês de novembro — bastando comprovante de imunização e teste negativo antes do embarque.

Atualmente, os Estados Unidos impedem a entrada dos estrangeiros que tenham passado pelo Brasil nas duas semanas anteriores, além de cidadãos de África do Sul, China, Índia, Irã, Reino Unido e União Europeia. Entretanto, o país não revelou quais vacinas serão permitidas (por lá, só foram aplicados os imunizantes de Jansen, Pfizer e Moderna). Por aqui, AstraZeneca e Coronavac representam 70%.

Voos internacionais

“Essa perspectiva de reabertura reforça, mais uma vez, a importância da vacinação de todos para a retomada de atividades como turismo e viagens a negócios. E também nos coloca em estado de alerta para ampliar os voos já existentes e avaliar a retomada de destinos para os quais ainda não voltamos a voar, como Orlando e Boston”, diz Diogo Elias, diretor de vendas e marketing da Latam Brasil.

Mesmo durante a pandemia, a Latam manteve a operação de rotas para os Estados Unidos — e, neste momento, há três voos semanais para Nova York e outros três para Miami, ambos de Guarulhos. E os trajetos para outros 14 destinos também foram retomados pela companhia: Assunção; Bogotá; Buenos Aires; Cancún; Cidade do México; Frankfurt; Lima; Lisboa; Madri; Montevidéu; Santiago; e Paris.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também