JBS compra duas fábricas no Oriente Médio e anuncia CEO para a região

Junto com as aquisições, a companhia criou sua própria rede de distribuição com três parceiros locais para levar produtos aos dois países, bem como ao Kuwait
JBS: No comunicado, Mahrous diz que o objetivo é ampliar as vendas no Oriente Médio e norte da África nos próximos cinco anos (Getty Images/Chet Strange / Correspondente)
JBS: No comunicado, Mahrous diz que o objetivo é ampliar as vendas no Oriente Médio e norte da África nos próximos cinco anos (Getty Images/Chet Strange / Correspondente)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 30/04/2022 12:04 | Última atualização em 30/04/2022 12:04Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A JBS anunciou a compra de duas fábricas de alimentos congelados no Oriente Médio, uma na Arábia Saudita e a outra nos Emirados Árabes. Junto com as aquisições, a companhia criou sua própria rede de distribuição com três parceiros locais para levar produtos aos dois países, bem como ao Kuwait.

Além do negócio, cujo valor não foi divulgado, a JBS nomeou Mohamed Mahrous, executivo com mais de 30 anos de experiência e com cargos de comando em empresas de alimentos locais no currículo, como CEO da região. Os anúncios fazem parte da estratégia da companhia de expandir a presença na produção e distribuição de alimentos preparados para se tornar uma referência no mercado islâmico.

LEIA TAMBÉM: JBS: o que esperar da ação após o resultado recorde de 2021?

No comunicado, Mahrous diz que o objetivo é ampliar as vendas no Oriente Médio e norte da África nos próximos cinco anos, dentro de uma estratégia de reposicionamento que envolve mudanças nas embalagens dos produtos, maior diversidade nas linhas premium, linhas de produção e novos canais de venda, incluindo o digital.

Segundo Wesley Batista Filho, CEO do grupo líder no mercado de proteínas, a JBS já tem boa presença comercial no Oriente Médio por meio de exportações, mas decidiu fortalecer sua posição na região com uma "robusta" operação local.

Veja Também

Melhores ESG 2022: Compromisso pelo planeta
Revista Exame
Há um dia • 3 min de leitura

Melhores ESG 2022: Compromisso pelo planeta