Acompanhe:
seloNegócios

Investida de Custódio, da EQi, agência gamer Curta fatura R$ 14 mi em 12 meses

Fundada há um ano, a Curta tem 19 influenciadores no portfólio, com mais de 1 bilhão de visualizações mensais no YouTube

Modo escuro

Continua após a publicidade
Vitor Rabello, Juliano Custódio, Lucas Continentino e Pedro Gelli, sócio da Curta: 'não-agência' de influenciadores digitais de games (Divulgação/Divulgação)

Vitor Rabello, Juliano Custódio, Lucas Continentino e Pedro Gelli, sócio da Curta: 'não-agência' de influenciadores digitais de games (Divulgação/Divulgação)

L
Leo Branco

Publicado em 24 de julho de 2022 às, 10h00.

A empresa de gestão de influenciadores Curta, investida de Juliano Custódio (EQi) desde abril deste ano, faturou 10 milhões de reais no primeiro semestre de 2022.

A quantia é mais que o dobro do registrado no ano passado inteiro: 4,5 milhões de reais.

Assine a newsletter EMPREENDA, a nova newsletter semanal da EXAME para quem faz acontecer nas empresas brasileiras

A Curta foi fundada há um ano, por Pedro Gelli, conhecido no YouTube como o dono do canal de humor geek Gelli Clash, junto aos sócios Vitor Rabello e Lucas Continentino, também influenciadores digitais entre gamers.

Hoje, a Curta tem em seu portfólio seis dos dez maiores youtubers gamers do universo de Minecraft e o Youtuber #1 de 2021, segundo a própria plataforma: Robin Hood Gamer, da Família Arqueira.

São mais de 1 bilhão de visualizações mensais no Youtube, com 19 influenciadores, e 121 milhões de usuários inscritos nos canais.

A ideia por trás da Curta é que o grupo de sócios influadores possa fazer a gestão de outros influenciadores.

Eles adotaram um modelo de partnership. No modelo da Curta, todos os influenciadores são sócios do hub.

Um exemplo: em dezembro, a Curta lançou o Livrão do Lipão, um dos primeiros produtos licenciados deles.

Diferentemente das editoras tradicionais em que o autor recebe entre 6% e 12% do valor da capa, no caso da Curta, o Lipão entrou como sócio no projeto e ficou com 50% do resultado.

"Isso não acontece em nenhuma das agências tradicionais, que ficam com grande parte do ganho sobre a produção do influenciador", diz Gelli. "Por isso, rechaçamos o termo agência e nos consideramos uma não-agência."

No rol do que é considerado gestão por ali está o apoio a estratégias de marketing digital bem-sucedidas.

"A criação da Curta surgiu de uma lacuna: os influenciadores enfrentavam dificuldade de comunicação com as marcas e vice-versa", diz Continentino, responsável pela área comercial.

"Nosso modelo se inspirou nas dores dos influenciadores com o mercado, buscando o equilíbrio para o negócio fluir com qualidade e engajamento."

Nos últimos meses, as marcas Fortnite, Ruffles, Youtube Shorts e Metal Revolution fecharam contratos com a Curta em troca de exposição na rede de influenciadores gamers parceiros da empresa.

Além disso, a Curta abriu recentemente duas novas linhas de receita para o segundo semestre: licenciamento e produtos próprios de influenciadores.

Para isso, a Curta fechou parceria com a Destra, licenciadora do PSG, Barcelona, Corinthians e Flamengo. A ideia é a Destra auxiliar no licenciamento dos influenciadores da Curta.

A expectativa da Curta é fechar o ano com faturamento de 32 milhões de reais.

O mercado de influência no Brasil cresce de forma exponencial. Somente em 2021, o investimento das marcas em influenciadores cresceu 71%, segundo um estudo da Youpix.

VEJA TAMBÉM:

O negócio dele transforma moscas em comida de pet — e atraiu 37 investidores

Doctoralia compra healthtech de gestão de saúde e quer impactar 50 milhões de usuários

Aos 47 anos, ela criou empresa que fatura R$ 29 milhões com pigmentos para sobrancelha

 

Últimas Notícias

Ver mais
Câmara aprova marco legal dos games, mantém mudanças do Senado e texto vai para sanção
Brasil

Câmara aprova marco legal dos games, mantém mudanças do Senado e texto vai para sanção

Há uma semana

Pode causar medo, mas as mulheres têm um universo de oportunidades nos games, diz CEO da MIBR
Tecnologia

Pode causar medo, mas as mulheres têm um universo de oportunidades nos games, diz CEO da MIBR

Há 3 semanas

Dos games ao cinema: 'The Sims' ganha filme com produção de Margot Robbie
Pop

Dos games ao cinema: 'The Sims' ganha filme com produção de Margot Robbie

Há 3 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais