• AALR3 R$ 19,62 -0.66
  • AAPL34 R$ 73,37 -0.26
  • ABCB4 R$ 16,91 2.61
  • ABEV3 R$ 14,75 0.41
  • AERI3 R$ 4,10 -6.39
  • AESB3 R$ 10,88 1.40
  • AGRO3 R$ 31,61 0.00
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,24 1.86
  • ALUP11 R$ 26,62 1.64
  • AMAR3 R$ 2,44 2.52
  • AMBP3 R$ 30,17 1.82
  • AMER3 R$ 23,39 -1.14
  • AMZO34 R$ 70,90 -0.88
  • ANIM3 R$ 5,79 4.32
  • ARZZ3 R$ 82,94 0.21
  • ASAI3 R$ 15,62 1.63
  • AZUL4 R$ 21,97 3.34
  • B3SA3 R$ 11,73 0.69
  • BBAS3 R$ 36,04 1.75
  • AALR3 R$ 19,62 -0.66
  • AAPL34 R$ 73,37 -0.26
  • ABCB4 R$ 16,91 2.61
  • ABEV3 R$ 14,75 0.41
  • AERI3 R$ 4,10 -6.39
  • AESB3 R$ 10,88 1.40
  • AGRO3 R$ 31,61 0.00
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,24 1.86
  • ALUP11 R$ 26,62 1.64
  • AMAR3 R$ 2,44 2.52
  • AMBP3 R$ 30,17 1.82
  • AMER3 R$ 23,39 -1.14
  • AMZO34 R$ 70,90 -0.88
  • ANIM3 R$ 5,79 4.32
  • ARZZ3 R$ 82,94 0.21
  • ASAI3 R$ 15,62 1.63
  • AZUL4 R$ 21,97 3.34
  • B3SA3 R$ 11,73 0.69
  • BBAS3 R$ 36,04 1.75
Abra sua conta no BTG

Hyundai suspende produção em Piracicaba nesta semana

O retorno está previsto para a quinta-feira da semana que vem, 15 de julho
 (Exame/Germano Lüders)
(Exame/Germano Lüders)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 05/07/2021 15:33 | Última atualização em 05/07/2021 15:33Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Hyundai está paralisando por completo a produção da fábrica de Piracicaba, no interior de São Paulo, nesta semana em razão da falta de componentes eletrônicos.

Nesta segunda, 5, o turno da manhã, o único que seguia ativo, foi suspenso. O retorno está previsto para a quinta-feira da semana que vem, 15 de julho. Como o segundo e o terceiro turno só voltam a funcionar na próxima segunda-feira (12 de julho), a fábrica ficará parada até domingo, 11.

Assim como outras montadoras no Brasil e no exterior, as linhas da Hyundai em Piracicaba, onde são montados os modelos HB20 e Creta, foram afetadas pela indisponibilidade de componentes eletrônicos no mercado, dada a crise global no abastecimento de semicondutores. O terceiro turno da montadora está parado desde 31 de maio, enquanto o expediente da tarde (segundo turno) parou há duas semanas.

A Hyundai informa que, se necessário, voltará a adaptar a sua programação às condições de fornecimento de peças.