Glencore registra prejuízo menor no semestre, de US$ 369 mi

Mineradora Glencore reduziu o prejuízo no primeiro semestre para US$ 369 milhões

	Trabalhadores em mina da Glencore: empresa afirmou ter cumprido sua meta de venda de ativos
 (Valerian Mazataud/Bloomberg)
Trabalhadores em mina da Glencore: empresa afirmou ter cumprido sua meta de venda de ativos (Valerian Mazataud/Bloomberg)
D
Da RedaçãoPublicado em 24/08/2016 às 09:47.

Londres - A mineradora Glencore registrou prejuízo líquido de US$ 369 milhões no primeiro semestre. Ajudado pela redução de custos, o resultado veio melhor que o prejuízo de US$ 676 milhões em igual período de 2015.

A receita da Glencore diminuiu para US$ 69,4 bilhões no primeiro semestre de 2016, uma queda de 6% na mesma comparação anual.

O recuo na receita ocorreu em grande medida diante dos preços menores das commodities e também da produção menor de cobre, zinco, carvão e petróleo no primeiro semestre deste ano.

A dívida líquida da mineradora estava em US$ 23,6 bilhões no fim de junho, abaixo dos US$ 25,9 bilhões do fim do ano passado.

A Glencore é a terceira maior mineradora diversificada do mundo em valor de mercado. A companhia suíça afirmou que cumpriu sua meta de venda de ativos ao anunciar vendas de entre US$ 4 bilhões e US$ 5 bilhões.

O dinheiro será usado para reduzir o endividamento para além de sua meta mais recente para entre US$ 16,5 bilhões e US$ 17,5 bilhões até o fim do ano.

O executivo-chefe da Glencore, Ivan Glasenberg, avaliou que o pior da recente fraqueza dos preços das commodities já passou. As ações da companhia mais que dobraram de valor neste ano, diante da melhora nos preços das commodities.

O corte na produção, particularmente do zinco, e a demanda da China contribuíram para a melhora.

Perto das 8h (de Brasília), a ação da Glencore recuava 5,16% na Bolsa de Londres, após o balanço.

Fonte: Dow Jones Newswires.