EDP doará R$ 6 milhões para compra de respiradores de UTI

A iniciativa da empresa portuguesa de energia faz parte de uma campanha que irá fornecer 345 equipamentos a hospitais públicos de São Paulo
Hospital público do Mandaqui, em São Paulo, é um dos que receberão os respiradores (Hospital Mandaqui/Divulgação)
Hospital público do Mandaqui, em São Paulo, é um dos que receberão os respiradores (Hospital Mandaqui/Divulgação)
J
Juliana Estigarribia

Publicado em 27/03/2020 às 13:38.

Última atualização em 27/03/2020 às 19:22.

A empresa de energia EDP vai doar 6 milhões de reais à ONG Comunitas, que reuniu a iniciativa privada para a compra de respiradores artificiais de UTI, para o tratamento de pacientes graves infectados pelo novo coronavírus. O montante equivale a um quarto do valor arrecadado, e o total será suficiente para a compra de 345 equipamentos, que serão doados a hospitais públicos do estado de São Paulo.

Os respiradores serão encaminhados a hospitais públicos indicados pelo governo do estado de São Paulo. No total, a campanha da Comunitas arrecadou 23,4 milhões de reais com a ajuda de 150 empresas.

A campanha começou em São Paulo, estado mais atingido pela pandemia no país, mas a ideia é ampliá-la em um segundo momento.

A iniciativa da multinacional faz parte de um esforço global do grupo português. Na semana passada, a matriz anunciou a doação de 50 respiradores, 200 monitores e equipamentos médicos a hospitais do país europeu.

A EDP informa ter montado um comitê de gestão de crise para o coronavírus e um plano de contingência antes mesmo da confirmação do primeiro caso no Brasil.

No Brasil, o grupo atua nos segmentos de geração, distribuição, transmissão e comercialização energia.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus: